Internacional /

Terça-feira, 10 de Setembro de 2019, 10h:30

A | A | A

Grupo é preso após roubar e matar motorista de aplicativo em São Paulo

arrow-options Divulgação/Polícia Civil Valter Prado Filho, de 32 anos, desapareceu durante uma corrida na madrugada do último dia 2 Nesta segunda-feira...


Imagem de Capa
Motorista arrow-options
Divulgação/Polícia Civil
Valter Prado Filho, de 32 anos, desapareceu durante uma corrida na madrugada do último dia 2

Nesta segunda-feira (9), a Polícia Civil de São Paulo prendeu três pessoas e apreendeu um adolescente envolvidos no latrocínio que acabou com a morte de um motorista de aplicativo no último dia 2, na Rodovia Mogi-Salesópolis, na cidade de Mogi das Cruzes.

Leia também: Jovem torturado em supermercado reconhece seguranças presos

Duas mulheres e um homem, entre 18 e 19 anos, e um adolescente, de 15, foram identificados pela equipe de investigação e confessaram o assassinato do motorista Valter Prado Filho, de 32 anos.

Segundo o delegado responsável pelas apurações, Rubens José Ângelo, o grupo revelou que a ideia do plano surgiu do fato de acreditarem que ele era um alvo fácil. A viagem foi solicitada pelo celular de um terceiro.

“Na trajetória da corrida , que tinha como destino a cidade de Biritiba-Mirim, o homem e o adolescente sacaram uma faca e anunciaram o assalto ao motorista. A vítima tentou reagir, mas foi contida pelos suspeitos que, além de usar as facas, utilizaram uma arma de choque que ele [vítima] portava para sua defesa. ”, informou o delegado.

“Eles [autores] confessaram que subtraíram R$50 e um aparelho celular . Disseram que não roubaram o veículo porque ele apresentou falha mecânica, mas a intenção era levá-lo. ”, completou o doutor Rubens.

Leia também: Lula e irmão são denunciados por mesada da Odebrecht durante 12 anos

O trio responderá agora pelos crimes de latrocínio, associação criminosa e corrupção de menores. Já o adolescente, pelos atos infracionais equivalente aos mesmos crimes. A arma de choque utilizada no crime e um relógio – produto de outro roubo segundo uma das autoras – foram apreendidos.

A Polícia Civil segue com as investigações para identificar o envolvimento do grupo em outros roubos cometidos na região.

*Com informações da Assessoria da SSP-SP

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz