Internacional /

Quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2020, 11h:30

A | A | A

Eleição nos EUA: Bernie Sanders vence primária democrata de New Hampshire

arrow-options Reprodução/Twitter Bernie Sanders Na segunda prévia do Partido Democrata para definir o candidato na disputa presidencial de novembro,...


Imagem de Capa
homem de terno falando em microfone arrow-options
Reprodução/Twitter
Bernie Sanders

Na segunda prévia do Partido Democrata para definir o candidato na disputa presidencial de novembro, o senador Bernie Sanders venceu em New Hampshire por uma margem estreita. Com mais de 90% das seções computadas na madrugada desta quarta-feira (12), ele tinha 26% dos votos.

Em segundo está o ex-prefeito de South Bend, Pete Buttigieg, com 24,4%. A senadora Amy Klobuchar vem em terceiro, com 19,8%, seguida pela também senadora Elizabeth Warren, com 9,4%, enquanto o ex-vice-presidente Joe Biden aparece num distante quinto lugar, com 8,5%. As urnas da primária trazem, até agora, um cenário parecido com o traçado pelas pesquisas mais recentes, que apontavam Sanders e Buttigieg nas duas primeiras posições.

Leia também: Democratas iniciam corrida para escolher adversário de Trump

Antes mesmo de uma definição das urnas, Sanders subiu ao púlpito para comemorar a vitória, não apenas em New Hampshire, mas também em Iowa, onde conquistou a maior parte dos votos mas acabou em segundo lugar. Ele ainda se comprometeu a trabalhar pela união do partido antes da disputa de novembro.

“Não importa quem vença, esperamos que seja nossa campanha, vamos nos unir contra o presidente mais perigoso da História dos EUA ”, afirmou em discurso na cidade de Manchester. “É o início do fim de Donald Trump”, disse.

“Eleição após eleição, a História nos mostrou que colocar adiante uma nova perspectiva é o que leva os democratas à Casa Branca”, afirmou a apoiadores na cidade de Nashua. “Essa nossa coalizão é uma coalizão de adição, não subtração”, disse.

Leia também: "Foi um manifesto de falsidades", diz Nancy Pelosi após rasgar discurso de Trump

Esta foi a segunda vitória consecutiva de Sanders no estado: em 2016, ele venceu Hillary Clinton por 60,14% a 37,68%, recebendo 15 delegados.

A disputa em New Hampshire foi a primeira este ano no formato de primária, com os 24 delegados com poder de voto alocados de forma proporcional entre os candidatos que obtiveram ao menos 15% dos votos: no caso, projeções indicavam Sanders com 9, Buttigieg com 9 e Klobuchar com 6 delegados. Warren e Biden não teriam conseguido nenhum. Os resultados foram divulgados de forma rápida, contrastando com o fiasco do caucus de Iowa, que terminou com vantagem mínima para Buttigieg sobre Sanders e muitas reclamações.

Na contagem geral de delegados, também de acordo com projeções, Buttigieg aparece com 23, Sanders com 21, Elizabeth Warren com 8, Amy Klobuchar com 7 e Joe Biden com 6. Ao todo, são necessários 1.991 para a indicação do Partido Democrata.

Leia também: Trump comemora aprovação em Iowa com provocações aos democratas

A votação também marcou o fim da candidatura de Andrew Yang. Em entrevista ao site Politico, ele se disse desapontado com seus resultados nos dois primeiros estados, mas não descartou tentar novamente em 2024. Pouco depois, o senador Michael Bennet anunciou sua desistência.

Ainda nesta terça-feira, o presidente Donald Trump venceu com facilidade a primária republicana no estado, com o segundo colocado, o ex-governador de Massachusetts Bill Weld, a quase 70 pontos percentuais de distância. Além de comemorar no Twitter, mostrou que estava acompanhando a disputa democrata. "Bootedgeedge [pronúncia do nome do candidato democrata] (Buttigieg) está indo muito bem hoje. Está fazendo com que o Louco Bernie sue a camisa. Muito interessante!", escreveu.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz