Ju Faria | Clique F5

A ginecologista/obstetra Dra. Claudia Esquici Pereira deu pausa na sua agenda e aproveita férias em família com o esposo Norton, o filhão Lorenzo e a filha Livia, que celebrou seus 15 anos em meio as belezas e conforto do Resort Dom Pedro Laguna, Fortaleza - CE.

A Confeiteiro & Festa Show está em festa em celebração aos seus 9 anos e quem ganha o presente é você! Além de super promoções de aniversário e fecha mês, a loja está abastecida para o Dia das Crianças com muitas guloseimas, fantasias e muito mais. Vale lembrar que a cada R$70,00 em compras você ganha 1 cupom para concorrer à uma Honda 0Km. Aproveite as promoções e boa sorte!

Você sente que está sempre brigando com sua aparência? Ou você briga com seus comportamentos questionando tudo o que você faz? Você sente incômodo em ser quem você é ou agir como você age? Vive no salão tentando mudar o penteado, comprando roupas novas ou trocando de carro e ainda assim não gosta de si mesmo (a)? Se isto acontece, provavelmente você tem questões com a tão falada autoestima. Bem, como o próprio nome já diz, auto refere-se a você mesmo (a) e estima significa gostar. Ou seja, autoestima é o sentimento de gostar de você mesmo (a) como você é, independente daquilo que você faz ou possui. É um amor genuíno de você por você mesmo (a), sem condições. E é exatamente aí que mora o problema da autoestima, as condições que você impõe para gostar de si mesmo (a). “Preciso ter este carro, comprar mais roupas, me maquiar, mudar de emprego, aprender a fazer isto ou aquilo, ser mais calmo (a), me impor mais, mudar meu jeito, ser mais carinhoso (a), aprender inglês, me organizar melhor, ganhar mais dinheiro, aprender a empreender, usar melhor redes sociais, brincar mais com meu filho (a), mais .... Mais.... mais”... ufa... é uma lista infinita de condições para se gostar que nem sei se você tem tempo hábil para cumprir todas elas. Ah! Já sei, então preciso parar de me cobrar! Aí você se cobra por não parar de se cobrar... É um discurso muito comum na clínica psicológica e também fora dela. Mas calma, vamos lá. Primeiro vou te contar porque sua autoestima não é tão elevada, ou tão baixa. Isso acontece provavelmente porque na sua família não houve demonstração de amor genuíno sem condições. Porque provavelmente na família de seus pais isso também não aconteceu. E assim, sucessivamente, você foi recebendo esta educação com condições para amar, para receber carinho, afeto e amor genuíno. “Se você passar de ano, ganha bicicleta (mais elogio, mais atenção, mais carinho). ” Não tenho nada contra estas condições, são auxiliares na construção de novos comportamentos em uma criança. Porém, eu costumo indicar para pais que demonstrem mais o amor sem impor limites. Que façam coisas porque amam, sem condições. Um exemplo: “Filho, vou fazer este bolo de cenoura com cobertura de chocolate por que é o seu preferido e você é meu filho amado”. Estas são sugestões para que você que é pai ou mãe hoje comece a contribuir com a construção da autoestima de seus filhos. Agora para você que é adulto não precisa achar que tudo está perdido e nem começar a cobrar seus pais por isso. Eles fizeram o que foi possível com os recursos que tinham e, por mais dolorida que seja sua história, eles te deram a vida. E isso é precioso demais. Então estou aqui para te ajudar a viver melhor como adulto, assumindo a responsabilidade pelas suas emoções e procurando ajuda profissional quando não for possível dar conta sozinho (a). Aliás, acho que esta é uma primeira dica sobre o desenvolvimento da sua autoestima. 1- Assuma a responsabilidade pelo que você sente hoje. Não culpe ninguém nem delegue seu amor próprio. 2- Permita-se sentir como se sente. Acolha suas emoções. 3- Faça por você coisas que te fazem bem, sem impor condições. Se leve para passear, se dê um presente, compre flores para você e escreva um bilhete de amor de você para você. 4- Se olhe no espelho, sem julgamentos. Olhe no fundo dos seus olhos e veja toda sua trajetória. Se respeite por quem você é. 5- Ainda no espelho experimente dizer eu te amo, ou eu gosto de você ou só bom dia mesmo. O que for possível para você começar a se ver melhor. 6- Medite – aprenda a olhar para dentro. A meditação nos coloca em contato com nossas sensações físicas, com nosso eu mais interno e aprendemos a desenvolver mais gentileza e compaixão nas nossas ações. 7- Aprenda a diminuir as expectativas, cobranças e exigências. Ouça seu discurso interno e perceba como você fala com você mesmo (a). 8- Fale com mais gentileza, cuidado e respeito consigo mesmo (a). 9- Se abrace. O toque físico feito por nós mesmos tem um valor inestimável para nossas emoções. 10- Se faça o bem. Qualquer coisa boa de você para você mesmo (a). 11- Cuide do seu corpo. Em todos os sentidos. 12- Cuide da sua saúde. Faça check ups médicos. Alimente-se bem. Coma coisas saudáveis. 13- Exercite-se. A atividade física e o movimento desenvolve áreas emocionais no nosso cérebro. Ativa também a serotonina natural que é o neurotransmissor responsável por nossa sensação de bem-estar e felicidade. 14- Arrume-se para você mesmo (a) e aprecie o que você fez. 15- Cuide sim da sua aparência, ela não é a única coisa importante e o único jeito de se sentir melhor, mas importa e ajuda muito. 16- Podemos começar de fora para dentro se estiver difícil de dentro para fora. Um não excluí o outro. Todos são partes de quem você é. 17- Então, vá ao salão, corte ou pinte o cabelo, aprenda sobre roupas ou estilos que combinam mais com você. 18- Comece devagar construindo uma nova relação com você mesmo (a), como um novo amigo que vamos conhecendo aos poucos. 19- Não tenha pressa. 20- Se precisar, peça ajuda. Eu terei o maior prazer em te ajudar. Espero de todo coração que este texto possa ter ajudado a se olhar com mais respeito e carinho. Se quiser mais sugestões e dicas me siga nas redes sociais. E se tiver sugestão de tema para que eu possa escrever por aqui, fique à vontade para me indicar. Instagran @fabianabarbosasouza YouTube: Fabiana Barbosa – Psicóloga

imagem
os maiores eventos e coberturas

Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.