LAZER /

Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019, 07h:00

A | A | A

Prefeitura reinaugura Praça do Castelândia

O espaço ganhou diversos equipamentos e uma biblioteca contêiner com wi-fi


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

A praça Leonardo Werner, do Bairro Castelândia, foi revitalizada. A reinauguração ocorreu na última terça-feira (10). A obra, que custou mais de R$ 800 mil, foi custeada por recursos próprios da Prefeitura. A reforma da praça era um anseio de anos dos moradores.

A praça passa a agregar mais lazer e bem-estar à população. Ela ganhou pista de caminhada, academia da primeira infância, academia da terceira idade, campo de futebol society com grama natural, quadra oficial de vôlei de praia com arquibancada, bebedouros de água, novos banheiros, iluminação moderna em led e arborização.

A praça agora conta também com uma biblioteca contêiner, com livros arrecadados no último carnaval, através de uma gincana entre os blocos da cidade. A biblioteca também conta com rede wi-fi gratuita.

Na cerimônia de inauguração foi anunciado que, na praça terá escolinha de futebel, por meio do projeto Craques do Amanhã. Para o secretário de esportes, João Neto, este é mais um espaço público que contribui para o bem-estar e saúde da população.

O Prefeito Léo Bortolin afirma que a praça é resultado do esforço da gestão em devolver à comunidade os tributos arrecadados. “Procuramos atender o pedido dos moradores dessa região que aguardava uma ação como essa há muitos anos. Esta é a praça do primeiro bairro da nossa cidade e por isso merecia essa atenção especial”, diz o prefeito.

A administração optou por manter a praça cercada. Segundo o prefeito, algumas praças inauguradas recentemente, que não são cercadas, já foram depredadas. A Praça do Castelândia terá zelador 24 horas por dia. Os portões serão abertos às 5h e fecharão às 22h.

 

QUEM FOI LEONARDO WERNER

A história da praça fundada em 1996, e do pioneiro que leva o nome da praça, foi contada na série “Cada Ponto Tem seu Conto”, produzida pelo jornal O Diário.

Segundo pesquisas e entrevistas, a Praça Poliesportiva “Sr. Leonardo Hildon Werner”, localizada na Avenida Tancredo Neves, Bairro Castelândia, teve o projeto aprovado no ano de 1996 para que o local fosse construído e  nomeado como Leonardo Werner.

O homenageado chegou em Primavera do Leste em meados de 1979, com a esposa Ivete Vogel Wener e os três filhos Charles Douglas Werner, Peter Yuri Werner e Maycon Thomaz Werner.

Ele foi um dos pioneiros do município e era um cidadão ligado ao esporte local. Inclusive, foi presidente do “Ser Juventude”. Mas, atuava em ramo destinto. Ele investiu no ramo de vendas de implementos agrícolas, no qual apostou no comércio primaverense. Atualmente, os filhos dão continuidade na empresa da família, contribuindo para que Primavera seja a grande potência que é hoje.

Leonardo e a esposa Ivete moraram em Primavera do Leste por sete anos, porém, por uma fatalidade, se envolveram em um acidente na BR-070, no ano de 1986 e morreram.

Werner é lembrado por ser um “líder natural” e buscar sempre  ajudar o próximo

O filho Charles Werner disse que a lembrança que possui dos pais é que foram exemplo de pessoas e os pioneiros que estavam na busca de uma perspectiva melhor.

Charles contou que os pais morreram com apenas 38 anos de idade e na época, Primavera do Leste estava começando a ser erguida. Eles não tiveram a oportunidade de participar, nem mesmo da primeira eleição no município, porém, ajudaram na campanha quando Primavera se tornou município e se desvinculou de Poxoréu.

Leonardo Werner é lembrado pelos filhos como empresário, visionário, um homem apaixonado pelo esporte e futebol.

Além de ser um dos fundadores e presidente do projeto Ser Juventude, também foi presidente da Paróquia São Cristovão.

“Ele tinha uma liderança natural e sempre estava incluído nas ações sociais. Na época não tinha energia elétrica, não havia estrada, não tinha colégio e a dificuldade era imensa, mas ele sempre buscou ajudar o próximo”, ressaltou Charles.

Os negócios da família continuam sendo administrados pelos filhos. A empresa existe há mais de 30 anos e ajudou no fortalecimento do agronegócio do município. “Essa foi a semente que eles plantaram e continuamos a cuidar. Eu e meus irmãos tocamos a empresa e nossos filhos darão continuidade nos negócios da família também. Eles poderiam ter dado muito mais de si por Primavera, mas por conta da precocidade dos fatos, não foi possível. Porém, pelo pouco tempo que eles ficaram aqui, marcaram bastante”, expôs o filho.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz