propaganda

INVESTIGAÇÃO /

Terça-feira, 25 de Agosto de 2020, 06h:30

A | A | A

Poder público determina instauração de comissão para investigar suposto desvio de postes

Segundo denúncia, Superpostes estavam sendo levados para uma propriedade particular


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

A prefeitura de Primavera do Leste, publicou no dia 20 de agosto a portaria 480/20, onde determina que a Comissão Permanente de Sindicância e Processo Administrativo Disciplinar e Especial, abra uma sindicância para apurar suposto desvio de Superpostes. A portaria ressalta ainda que se for necessário, seja instaurado um inquérito administrativo e disciplinar.

O suposto caso de desvio de superpostes retirados da Avenida Porto Alegre, veio à tona, na tarde de terça-feira (18), após o vereador Luis Costa registrar um boletim de ocorrência, pois segundo informações teria flagrado dois superpostes, que pertencem a prefeitura de Primavera do Leste, sendo levados para uma propriedade rural em Poxoréu.  A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso. A denúncia, segundo o vereador foi feita por um morador da cidade.

O vereador Luís Costa, protocolou junto a Câmara Municipal, um pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, para investigar a situação. Para que a CPI seja aberta é preciso, pelo menos, quatro assinaturas, porém, até a manhã desta segunda-feira (24), nenhum outro vereador havia assinado o documento.

No dia do ocorrido a equipe de reportagem procurou a prefeitura de Primavera do Leste, para buscar informações sobre o que poderia ter acontecido e o motivo do transporte dos postes. Por meio de nota, o poder público reafirmou a versão contada pela superintendente de obras, e disse que não tinha conhecimento sobre o transporte até a denúncia, e que também registrou um boletim de ocorrência e a empresa Elétrica Radiante foi notificada, já que é responsável pela retirada e armazenagem dos postes.

“A Prefeitura de Primavera do Leste informa que a Administração Pública não tinha conhecimento do transporte dos referidos postes para a zona rural de Poxoréu, até o momento em que a ação foi flagrada por um cidadão. Os postes estavam sendo carregados por uma empresa que presta serviço para a empresa Elétrica Radiante, que é contratada pela Prefeitura e responsável para realizar a retirada dos postes da Avenida Porto Alegre.

Não há por parte da Secretaria de Infraestrutura ou de qualquer setor do Poder Público, autorização para destinar os postes a quaisquer locais que não sejam os depósitos de armazenamento da Prefeitura. Portanto, um boletim de ocorrência foi lavrado e a empresa responsável por fazer o transporte dos postes foi notificada para prestar esclarecimentos”, diz parte da nota.

 

RETIRADA DOS SUPERPOSTES

O projeto de revitalização da Avenida Porto Alegre, prevê a retirada de 66 superpostes da via. Até o momento foram retirados 56. Destes 41 foram instalados no trevo da BR 070 e o restante estão armazenados nas dependências do Cras Mabília, ao lado do aeroporto, e também serão reaproveitados.

“A retirada dos postes da Avenida Porto Alegre segue o projeto de revitalização da via, onde estão sendo substituídos por Luminárias mais modernas, que proporcionam melhor luminosidade e mais segurança à população”, ressalta a nota enviada pela Assessoria de Imprensa.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz