propaganda

INFRAESTRUTURA /

Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 08h:37

A | A | A

Novo prédio do Fórum de Primavera do Leste será entregue em março

A construção encontra-se na fase de finalização e acabamentos.


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

A Coordenadoria de Infraestrutura do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, confirmou que o novo prédio do Fórum de Primavera do Leste deve ser entregue até o afinal de março. A construção se encontra em fase de finalização e acabamentos. O novo prédio possui 5.800 metros quadrados e terá capacidade para atender oito varas.

 

A construção iniciou em abril de 2018 e a previsão de inauguração era para setembro de 2019, porém, devido a algumas adequações no projeto, foi necessário estender o prazo. O TJ-MT possui uma empresa que fiscaliza o andamento da obra e faz as exigências necessárias à construtora responsável. O novo fórum fica localizado no cruzamento da Rua Miami com Avenida Sebastião Figueiredo, e o terreno foi doado pela Imobiliária Cosentino.

Com o novo espaço, o número de varas pode ser ampliado de seis para oito, tendo capacidade para cinco Cíveis e três Criminais. Além disto, o prédio contará com Tribunal do Júri, blocos de administração, serviços terceirizados, arquivo, tecnologia da informação e abrigará pontos de apoio para as entidades, como Ordem dos Advogados (OAB), Defensoria Pública e Ministério Público. A nova estrutura poderá abrigar até 600 pessoas, podendo ser aumentado quando necessário, uma vez que a estrutura foi construída no modelo modular. O local terá estacionamento amplo, resolvendo mais um problema da instalação atual.

 

NOVO ESPAÇO DEVE OFERECER MAIOR SEGURANÇA AO PÚBLICO

 

Apesar do atual prédio do Fórum ter passado por adequações relacionadas a segurança do público, não é possível afirmar que o local é 100% seguro, pois detentos e o público externo precisam circular no mesmo local devido à falta de espaço.

O problema em relação a instalação predial antiga foi um dos pontos analisados pela Coordenadoria Militar. O local apresentou certa deficiência para adequar funcionalidades do cotidiano, ao atendimento ao público e proporcionar segurança institucional eficiente.

Com circulação diária de mais de 350 pessoas, foram necessárias alterações nas entradas e o prédio agora conta com entrada exclusiva a servidores, juízes e pessoas autorizadas. Visitantes têm acesso por outra entrada.

Mesmo com essas medidas, ainda existe a falta de segurança, mas este problema será resolvido com o novo prédio, pois prevê a construção de uma central de força e os detentos ficarão separados dos demais módulos.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto