MEIO AMBIENTE /

Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019, 07h:00

A | A | A

Já estão funcionando três, dos cinco, Ecopontos que serão colocados na cidade

Destinados à coleta de sobra de material reciclável para evitar os lixões urbanos


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

 

Limpeza e conservação dos terrenos baldios da cidade. Essa é a meta da Prefeitura que, através da secretaria de Meio Ambiente, implantou o projeto de Ecopontos em áreas estratégicas da cidade seguindo um modelo de coleta seletiva moderno, adotado nas administrações mais avançadas no Brasil e principalmente nos países desenvolvidos.

O coordenador de Meio Ambiente, Anthony Furlan, entende que entre as duas maneiras de coleta – o caminhão de casa em casa e o ecoponto, “a segunda opção é mais prática, mais barata e, a população já está entendendo a necessidade de ser parceira nesse projeto que beneficia a todos nós”.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Henrique Amaral, entende que os ecopontos representam uma mudança significativa na organização da área urbana, mas “é um projeto de mão dupla, precisamos que a população faça a sua parte para evitar que se formem lixões espalhados pela cidade, que se crie ambiente favorável às doenças, porque a Prefeitura está fazendo sua parte, está investindo, mas sozinha não chega a lugar nenhum”. O secretário advertiu – “seremos intransigentes com quem fizer ao contrário, inclusive com multas”.

Além da conservação dos espaços urbanos, o material destinado aos ecopontos vai direto para a Coperlimp, que é a matéria prima para muitos cooperado que sobrevivem trabalhando no setor. A 2ª secretária da cooperativa, Lourdes Pego, é a responsável por receber todo o material no ecoponto do Padre Onesto. Da mesma forma no bairro Bela Vista, a Daiane Santos Lairana é a responsável e orienta as pessoas para que levem o material devidamente separado, “o que é papelão, por exemplo, não pode ser colocado junto com madeira, muitos aceitam outros nem tanto, mas acredito que com o tempo  essa consciência será uma rotina para a população”.

Pela ótica do prefeito Léo Bortolin, se outros projetos dependem de parceria com a população, esse do ecopontos é fundamental a participação de todos, “é fácil reclamar, cobrar providências e atitude do Poder Público, o difícil é ter consciência de fazer a sua parte, mas acredito que com essa campanha que está na rua será impossível alguém ir na contramão; estamos fazendo a nossa parte”.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Eleitores de Mato Grosso voltarão às urnas após senadora ser cassada

TSE determinou o prazo inferior a 90 dias para novas eleições

Estado inicia matrículas de alunos

Período é até 6 de março através do www.seduc.mt.gov.br

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz