EDUCAÇÃO /

Quarta-feira, 10 de Julho de 2019, 15h:43

A | A | A

Estudantes da EMEF Mauro Weis visitam instituição de ensino na aldeia Sangradouro

Trabalho de campo faz parte do projeto "Pérola Negra"


Carregando fotos
Da Redação

Com proposta de trabalho de campo, alunos do 7º e 8º ano da EMEF Mauro Wenderlino Weis visitaram a instituição de ensino indígena EEI São José Sangradouro para conhecer a metodologia aplicada, a importância na aquisição de conhecimento de uma segunda língua, a língua portuguesa, e a cultura da comunidade residente na aldeia Sangradouro, formada por índios da etnia Xavante. O projeto foi desenvolvido com sob direção dos professores Josileide Marla Medeiros e Kelcia Patricia Batemarque.

Através do projeto “Pérola Negra”, foi iniciado com os alunos a quebra de paradigmas através de trabalhos com diversos temas voltados à cultura afro-brasileira, na Lei 10.639/03, e o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana e também da cultura Indígena amparada na Lei 11.645/2008.

Em visita a escola da aldeia Sangradouro, a comunidade escolar do Mauro Weis foram recepcionados pelo diretor Bartolomeu Patira Pronhopa e os professores Osvaldo Buruwê, Canelida Tisinhatse, Martinho Tserêiêdi, Caetano Tserewa`u e Donata Roipini`ô  que fizeram relatos sobre a instituição, funcionamento da escola, métodos de ensino e a importância da escola na aquisição de conhecimento e aprendizagem de uma segunda língua, no caso, a Portuguesa.

Através desta vivência, os visitantes puderam compreender melhor a importância do aprendizado da língua portuguesa para leitura, compreensão e atuação nos contextos urbanos, além dos limites do território indígena da aldeia, como identidade cultural dos povos indígenas, a aprendizagem da língua materna e consequentemente dos demais elementos imateriais e materiais que compõem a formação identitária dos Xavantes, que são vitais na preservação, manutenção e resistência de um povo.

Nomes na língua materna, os hábitos alimentares, os costumes, as danças, a construção e formação do sentimento de pertencimento que são essenciais na formação identitária e preservação de um povo também foram temas abordados durante o encontro.

“Os alunos não indígenas puderam perceber por meio das trocas de experiências com os indígenas e questionar algumas falas carregadas de preconceitos e de visões estereotipadas que temos sobre estes povos. A aula de campo impactou positivamente os alunos não indígenas, percebeu-se pelas opiniões e compartilhamento de relatos de experiência realizado após o intercâmbio cultural”, relatam as professoras.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Produtores rurais do Mato Grosso mesmo sentados no piso da AL reagem a ditadura de Mauro Mendes

Prefeitura emenda feriado da próxima quinta-feira (25)

O decreto não é válido para os plantões necessários

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

19.07.2019 - 14h59
19.07.2019 - 14h57
19.07.2019 - 14h54
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.