AJUDA /

Segunda-feira, 30 de Março de 2020, 07h:00

A | A | A

Com bares e boates fechados, músicos se encontram sem ter como garantir renda

Para ajudar músicos autônomos, Secretaria de Cultura realizará apresentações on-line


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

Desde que foi publicado e editado o decreto 1901/20, que dispõe sobre as medidas a serem adotadas pela administração pública em relação ao enfrentamento ao Coronavírus. Bares e boates bem como eventos que tenham aglomeração de pessoas estão proibidos de acontecer em Primavera do Leste. A medida pegou de surpresa empresários do setor e também músicos que tiveram os contratos para shows cancelados.

 

Diante da situação que já ultrapassa duas semanas, muitos músicos se viram sem ter como garantir a renda de suas famílias, tendo em vista que muitos deles sobrevivem do sustento que vem das noites tocando em bares espalhados pela cidade.

“A situação está bem difícil para todos nós. Vivemos de música, se os bares estão fechados, isso prejudica bastante a gente. Estamos parados, se tocar a gente ganha, senão tocar a gente não ganha”, relatou o cantor Jezziel Novaes.

Ele ressalta que a situação dele só não é pior, devido a ajuda que tem dos pais. Porém ele relata que há colegas que já estão em situação ruim. “Tem muitos músicos em Primavera que pagam aluguel, e está difícil. Até os dons de bares estão reclamando da situação, todos estão no prejuízo. Então a situação está muito difícil”.

O cantor e compositor Sandro Salles, ressalta que agenda do mês de março foi toda cancelada. E como não há previsão de voltar a tocar tão cedo, ele e os amigos que também vivem da música não sabem o que fazer. “As datas agendadas do mês de março todas caíram. Ninguém esperava. Nós vivemos dos shows agendados e eles se foram, não sabemos quando vai voltar ao normal e nem se vamos aguentar até lá”, relatou.

Salles destaca que geralmente as reservas econômicas de muitas músicas são investidas em instrumento, e que a situação dele só não está pior, pois a esposa trabalha e, um setor que não paralisou a atividade, e tem garantido o sustento da família até tudo voltar ao normal.

Um novo decreto entra em vigor hoje (30), porém, o funcionamento de bares, boates e danceterias continua não sendo permitido.

 

38729549_1829750747121281_6373206377447292928_o.jpg

Jezziel Novaes

APRESENTAÇÕES ON-LINE TERÃO INÍCIO NESTA SEMANA

Sensibilizado com a situação dos profissionais autônomos da música. O prefeito Leonardo Bortolin autorizou a contratação de músicos para apresentações on-line. A informação foi repassada pelo secretário de Cultura Wanderson Lana, via redes sociais. No vídeo, ele destaca que serão três apresentações semanais, e artistas de todos os gêneros poderão, caso ainda não fizeram, se cadastrar juntos a Secretaria de Cultura.

“Há algum tempo desde que começaram as medidas protetivas visando a saúde e segurança das pessoas, estamos pensando no artista autônomo, aquele cantor, que toca no barzinho, no casamento, esses pequenos artistas, porém, com grande qualidade de nossa cidade, que ficaram desassistidos e tiveram os contratos cancelados. Eu entendo que o poder público precisa contribuir de alguma forma, para poder ajudar esses artistas. Mesmo diante de tanta pressão que nosso prefeito vem sofrendo, foi autorizada a realização do pôr do sol on-line”, explicou Lana.

O secretário explicou que uma planilha foi montada, e a partir desta semana as apresentações devem começar. “Vamos fazer três pôr do sol on-line. Para a gente continuar contratando os músicos da nossa cidade. Essa é a primeira das ações. Incentivando as pessoas a ficarem em suas casas. Temos vários artistas credenciados, e pedimos para quem não se credenciou, se credenciar”.

Lana ressalta que diferente do evento realizado todos os domingos no Lago Municipal, onde apenas o gênero MPB é tocado. O pôr do sol on-line contemplará todos os gêneros musicais. “Não acontece apenas para atender cantores de MPB, mas de todos os estilos. Artistas do rock, do pagode, de várias vertentes da música, pode fazer o credenciamento. Aumentamos o número para três apresentações por semana. Então durante três dias vamos ter essa ação. Para ajudar mesmo que minimamente, os artistas que tiveram os contratos cancelados. Quero agradecer o prefeito e vice por ser sensível a essa ação. Eu fico feliz de poder contribuir o mínimo possível com os artistas”`, finalizou.

Para saber mais detalhes basta entrar em contato com a secretaria de cultura via redes sociais ou por telefone (66) (66) 99964-1683.

 

 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz