EDUCAÇÃO /

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2019, 07h:00

A | A | A

Associação será responsável por obra de colégio militar

A previsão é que a construção tenha início no próximo ano e seja concluída no prazo de 24 meses


Carregando fotos
Jaqueline Hatamoto

A Associação Luz do Saber Conhecimento e Virtude de Primavera do Leste, será a responsável por “tocar” o projeto de construção e implantação do Colégio Militar a ser implantado no município. A associação é formada por empresários da cidade e pelas lojas maçônicas, e tem como objetivo contribuir com o desenvolvimento do ensino na cidade. Para isso, contam com o apoio da sociedade em geral, uma vez que a instituição não tem nenhum cunho político-eleitoral.

 

O presidente da associação, Nelson Domingues, em coletiva de imprensa, explicou que a ideia e o projeto de criação do colégio militar, surgiu através de um grupo de amigos que apresentaram ao prefeito Leonardo Bortolin, que junto a membros da associação apresentou ao governador Mauro Mendes. “O colégio militar é uma contribuição que nós queremos deixar para sociedade, vamos através da associação e com o apoio da população, viabilizar o que for necessário, mas o grande beneficiário será a cidade e a comunidade de uma forma geral”, explicou Nelson.

Segundo ele, a população poderá ajudar e também integrar a associação. A forma de participação será divulgada em breve. “Precisamos desde agora já começar a angariar fundos para a construção da escola, a associação é formada por alguns amigos que acreditam na ideia e vão disponibilizar o tempo para realizar esse sonho. Toda a sociedade será convidada a participar da associação”, explicou.

Para a construção da escola, a associação já recebeu a doação por parte de uma incorporadora da cidade, de um terreno de 7.500 metros quadrados, que fica localizado aos fundos do Buritis. “Hoje parece ser um pouco distante, mas em breve haverá outro loteamento no local, é um terreno que tem espaço para expansão, o loteamento ainda está em fase de liberação da Sema, mas já pertence a associação e será utilizado para a construção do Colégio Militar”, expôs Domingues.

A previsão é que a área esteja liberada apenas em outubro. A obra tem o custo estimado entre R$ 12 a R$ 13 milhões, e o prazo para construção é de 24 meses. Estima-se que 900 alunos devam ser atendidos na instituição. “Por se tratar de uma obra bastante grande, contamos em absoluto com o apoio da sociedade, uma vez que o Governo do Estado já sinalizou que não tem recursos no momento para serem investidos”, explicou o presidente Nelson Domingues.

Nelson ressaltou que é importante que a sociedade tome conhecimento de que o projeto do Colégio Militar em Primavera do Leste, não faz parte de projeto político partidário. “Não é uma ação de vereadores ou político algum. É uma ação da cidade.  Não existe uma escola como esta, sem o apoio do estado e do município, já que caberá ao governo do estado pagar o salário do corpo docente e dos militares que farão parte da escola, mas não é algo político”, destacou o presidente, que fez questão de esclarecer que coube ao prefeito da cidade fazer a ponte entre a associação e o governo do estado. “O prefeito nos ajudou, fez esta ponte, mas o projeto é da cidade”.

O tenente-coronel Cleiton ressaltou que a Polícia Militar é parceria da associação e que um colégio militar na cidade trará mais ainda destaque para Primavera do Leste. “Não há como a PM se deparar com cidadãos pensando no futuro do Brasil, no alicerce de nossa nação, que são as crianças através da educação e fortalecer a base educacional trazendo para junto disso a disciplina militar dentro das escolas, então a PM é parceria do município e da associação nesta empreitada. Acreditamos que como sempre a cidade vai se permanecer em destaque.

A proposta da prefeitura do município era de transformar outra unidade escolar comum em militar até que as obras da nova escola sejam concluídas, porém, de acordo com o presidente, a ideia já foi descartada e as aulas devem começar apenas quando o prédio estiver pronto.

 

APOIO MAÇONARIA

Não é a primeira vez que a maçonaria de Primavera do Leste tem grande participação na concretização de um projeto voltado à sociedade. Uma das obras que teve participação da instituição foi a construção do anexo fórum, onde hoje é o tribunal do júri. Há muito tempo atrás, quando a polícia da cidade estava carente de prédios e veículos, o grupo se uniu e ajudou na estruturação do prédio da polícia e ainda comprou um veículo. Sendo uma instituição sempre presente.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Estado inicia matrículas de alunos

Período é até 6 de março através do www.seduc.mt.gov.br

CNJ premia empresa de Primavera do Leste por boas práticas na infância

Projeto Humanização e manejo da dor na aplicação de vacinas será aplicado a nível nacional

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz