TRÂNSITO /

Quarta-feira, 27 de Novembro de 2019, 07h:00

A | A | A

Radares da BR-070 começam a funcionar

Em Primavera do Leste são 07 aparelhos espalhados por aproximadamente 10 quilômetros


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

Na manhã desta terça-feira (26), os radares da BR 070, no perímetro urbano de Primavera do Leste passaram a funcionar. São ao todo 07 redutores de velocidade no trecho de um pouco mais de 10 quilômetros. Os radares instalados podem monitorar mais de uma faixa simultaneamente.

Quando os aparelhos estavam em fase de instalação, houve questionamentos por parte dos motoristas, já que o presidente Jair Bolsonaro havia suspendido a instalação de radares em abril de 2019, porém, o funcionamento de novos aparelhos se trata de um acordo entre o Dnit e o Ministério Público Federal. Ao todo são 1.140 novos radares para monitoramento de 2.278 faixas de rodovias federais não concedidas à iniciativa privada.

A obrigação de instalação dos radares se deu após ação popular movida pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES), encampada pelo Ministério Público Federal. A Justiça determinou ainda que a União mantivesse os radares e renovasse os contratos prestes a vencerem.

Em nota encaminhada pela Assessoria de Imprensa do Dnit, ao O Diário, o órgão explica que os radares eletrônicos visam o controle de velocidade em faixas de tráfego com criticidade média, alta e muito alta.

Os trechos de instalação de Primavera do Leste, conforme o órgão, é classificado como local de tráfego critico alto e muito alto. Em Mato Grosso serão 45 redutores de velocidades instalados, 26 deles se encontram na BR 070. Além de Mato Grosso, outros 15 estados terão os radares instalados.

Conforme a sentença da juíza Diana Wanderlei, da 5ª Vara Federal em Brasília, o Dnit tinha o prazo de dois meses após a homologação do acordo para apresentar estudos e instalar os radares em pontos de risco médio, alto e muito alto de áreas urbanas e altos e muito altos nas áreas rurais. Prazo esse que venceu em setembro.

Além disso, o órgão tem o prazo de 120 dias após a homologação, para apresentar um outro relatório, apontando a necessidade ou não da instalação de radares em áreas urbanas e rurais consideradas de riscos baixos e muito baixos.

Os novos radares farão o monitoramento de faixas em rodovias federais não concedidas à iniciativa privada, ou seja, não cobrirão rodovias estaduais, municipais ou federais administradas por empresas contratadas.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

MP da liberdade econômica permite que comércio abra nos feriados

Aciple recomenda que comerciante analise se compensa e que cumpra com leis trabalhistas

Oito bairros de Primavera do Leste estão com índices elevados de focos de dengue

Há cinco regiões consideradas em Alto Risco por ultrapassarem 4% e Médio Risco por estarem no limite de 3,9%

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

VANTAGEM

Conheça as vantagens oferecidas no CLUBE DO ASSINANTE DO O DIÁRIO

descontos em medicamentos, mensalidade de academias, compra de óculos, corrida de moto táxi, compra de gás de cozinha e até mesmo na conta do barzinho do final de semana. Esses são alguns dos benefícios oferecidos.

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz