propaganda

ARTIGO /

Segunda-feira, 07 de Setembro de 2020, 06h:30

A | A | A

O Poder do hábito

“É mais fácil vencer um mal hábito hoje do que amanhã.” – Confúcio


Imagem de Capa
Luciene Afonso

Mesmo sem a percepção correta de como os hábitos surgem na nossa rotina diária nós estamos “programados” em 40% do tempo tomar as decisões baseados no hábito, como se fôssemos um carro no piloto automático, parece muito estranho, mas é de fato dessa forma que acontece.

 

Dentro da complexidade do nosso cérebro, além de tantos outros recursos, ele garante o perfeito funcionamento do nosso corpo utilizando a menor energia possível e, portanto, o mais provável é que sempre estaremos agindo da maneira que já estamos habituados.

Há casais que não se amam mais e não se separam pelo hábito de levarem uma vida em comum, seria esforço demais realizar uma mudança tão grande e com consequências desafiadoras que obrigatoriamente exige do casal ação e planejamento direcionado para a suposta nova vida. Pode parecer bobagem, mas não é, já ouvi pessoas dizerem exatamente isso: “dá trabalho demais separar e eu já estou acostumado com a minha vidinha organizada dessa forma”.

São inúmeros os hábitos que eu poderia elencar aqui mais vou me ater apenas ao exemplo anterior e a partir de agora irei classificá-los de hábitos bons e hábitos ruins.

Entender como os hábitos funcionam pode ser fundamental para realizar as mudanças que você espera na vida.

Se você já identificou que possui hábitos ruins que te afastam da conquista de seus objetivos saiba que para conseguir eliminá-los terá obrigatoriamente que colocar no mesmo lugar um hábito bom, mas como assim? Você pode estar se perguntando.

Vamos lá, esquece a minha fala de não citar exemplos, isso de fato não funciona comigo.

Se você acredita que não consegue inserir na sua rotina diária um tempo para praticar exercícios físicos devido às muitas atividades que administra, que tal acordar um pouco mais cedo? Despertar todos os dias às 5hs da manhã é algo que te motiva ou chateia?

Criar um novo hábito é simples assim: LOOP DO HÁBITO

Primeiramente você cria uma deixa, um gatilho que irá disparar um sinal no cérebro para iniciar a atividade-uma rotina. No exemplo de acordar todos os dias às 5hs da manhã a deixa seria o despertador, ele toca, você levanta, toma um banho gelado (de preferência) se arruma para começar a sua rotina de exercícios. Por fim você terá uma recompensa, uma compensação por ter realizado a tarefa, que pode ser desde a sensação de dever cumprido até os resultados visíveis no corpo.

Quanto maior ou mais prazerosa for a recompensa, mais você se verá motivado a repetir a nova rotina, que ficará cada dia mais presa na memória a ligação da deixa (quando o telefone toca) e a recompensa *(endorfina no corpo).

Seja na intenção de eliminar maus hábitos ou implantar bons hábitos na sua vida, é muito importante saber como o LOOP funciona e tomar a decisão de fazer o que precisa ser feito, sem a obrigação de acelerar, basta não parar.

A endorfina é um hormônio, uma substância química utilizada pelos neurônios na comunicação do sistema nervoso com outras células, é o hormônio do bem-estar.

Luciene Afonso

Master Coach

Jornalista

Analista Corporal e Comportamental 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Caso a vacina para a Covid-19 seja liberada no Brasil, você pretende tomar?
Sim, se for a Chinesa
Sim, se for a Russa
Sim, se fosse outra
Nem pensar
Não tenho opinião formada sobre o assunto