propaganda

REFLEXÃO /

Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019, 07h:00

A | A | A

O caminho mais curto para a felicidade

“Aquele que for capaz de perder uma corrida sem culpar os outros pela sua derrota, tem grande possibilidade de algum dia ser bem sucedido.” - Napolleon Hill


Imagem de Capa
Luciene Afonso

É tempo de cada um olhar bem de perto para si mesmo, analisar a postura e atitude que tem tomado diante da vida e parar de responsabilizar todos ao redor pelos seus resultados ruins.

Não se pode contar a quantidade de pessoas que têm a receita pronta para: educar o filho da amiga, para salvar o casamento da prima e todas as dores do mundo, mas não é capaz de reconhecer com sinceridade a farsa que vive, os desafios que não têm coragem de enfrentar e as decisões que deveria tomar, mas prefere se omitir, jogar a responsabilidade para os outros.

Para ser feliz na vida é preciso primeiramente ter a coragem de olhar para si mesmo, sem o filtro das desculpas e reconhecer, se for o caso, o quanto você é bom em acusar os outros ao invés de buscar os próprios resultados.

Sabe aquela frase “seja a diferença que você espera do mundo”?

Ela é ótima para descrever o quanto a sua felicidade depende exclusivamente de você, da visão que tem de si mesmo, do quanto é consciente das causas e efeitos do que acontece em nossas vidas.

Ser consciente é ter clareza que as atitudes que tivemos no passado geraram nossos resultados presentes e os de hoje, influenciarão o nosso futuro.

Quem é louco de dar duas vezes um murro na ponta de uma faca? Eu imagino que em sã consciência ninguém faria isso, o mesmo acontece com nossas atitudes, julgamos o mundo, mas não aceitamos ou reconhecemos os próprios erros, que podem ser tão nocivos quanto o que nos incomodam no outro, mas como se trata da nossa vida ninguém tem nada com isso, certo? ERRADO!

O ser humano que tem consciência plena, tem a percepção adequada de si. Ele é protagonista na vida e contribui com todos a sua volta, é um forte candidato ao sucesso em todas as áreas porque obtém benefícios na sua rede de relacionamentos e não conta com a sorte porque ele sabe exatamente as atitudes que levam uma pessoa a ter “sorte” na vida.

Atingindo o estágio de consciência plena você se torna autorresponsável, ou seja, você passa a entender de fato que a felicidade que tanto procurou está em você e nada que seja externo vai preencher este espaço.

Percebe que não será feliz somente após a formatura, o casamento dos sonhos, a chegada dos filhos ou quando eles crescerem e se “arranjarem” na vida. Enfim, não tem nada que ligue a sua felicidade ao futuro, ela é construída hoje por alguém que já entendeu a lógica da vida e decidiu parar de contar historinhas que justifiquem os resultados ruins que escolheu obter.

E se você não concorda comigo, que escolheu viver uma vida infeliz, prove isso! Prove para você mesmo e cresça nas suas atitudes, palavras e posicionamento diante da vida.

Eu espero com alegria o meu amanhã, sabendo bem o que estou plantando hoje e você?

 

SEJA FELIZ!

 

Luciene Afonso

Master Coach

Jornalista

Palestrante

Analista Corporal e Comportamental

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz