propaganda

ARTIGO /

Sexta-feira, 14 de Fevereiro de 2020, 08h:57

A | A | A

Aceite o desafio de ser quem precisa ser

“Quem quer agradar a todos não agrada ninguém.” Jean-Jacques Rousseau


Imagem de Capa
Luciene Afonso

Existem várias formas de se relacionar que possivelmente não tem chances de dar certo, uma delas é se anular para caber no mundo do outro. 
Na adolescência até parece bonitinho a cobrança de pequenos gestos como prova de amor, deixar de conversar com um ou outro amigo por um ciúme bobo do parceiro, não ser tão espontâneo e fazer amizade com facilidade, se contendo nas interações sociais, ou seja, limitar-se para não “desagradar” o outro e ficar sempre tudo bem. Na vida adulta isso se chama abuso.
Nesse ponto eu começo os meus questionamentos. Até que ponto é importante não poder ser quem verdadeiramente é? Isso pode ser interessante para qualquer pessoa, menos para você concorda?
Qual é a graça do relacionamento onde não é “permitido” sorrir alto quando quiser, passar o batom vermelho que tanto gosta, sair sozinha com as amigas de vez em quando, e com amigos também, porque não? 
Por pura falta de confiança em si e no outro é que existem por aí relacionamentos abusivos disfarçados de outra coisa que eu não ouso dizer que é amor. Adultos que não aprenderam a confiar no seu parceiro e insistem em convencer o outro de que esse ou aquele comportamento que sempre foi natural é algo absurdo e deve ser “corrigido” ou anulado de uma vez.
Os sinais de alerta vem disfarçados de preocupação do outro em relação às suas atitudes, tentando convencê-lo a todo custo de que você está errado e que o relacionamento saudável consistem nas mudanças,que são cada vez maiores.
Ceder para o bem do relacionamento em alguns momentos é importante porque, como em qualquer negociação a opinião das duas partes deve ser considerada e, havendo um consenso, assuntos importantes são alinhados. 
Se atente aos menores sinais de que a intenção é outra quando você começar a não se reconhecer dentro da relação. Quando ceder não trouxer alegria para você e, mesmo cedendo ainda é pedido mais e mais, CUIDADO!
Você assim como eu, é o único responsável pela própria felicidade, e nem nos piores pesadelos podem pensar que só será feliz se for exatamente como o outro te impõe que seja. 
O diálogo é muito importante no relacionamento, faz com que você se sinta à vontade para expor seus sentimentos em relação as podas emocionais que vem sofrendo, observe o quanto o outro considera o que é importante para você porque é nesse momento que se vê quem realmente está inteiro e disposto a ser de verdade e não uma mentira que alguém inventou.
Acredite em mim, você é quem nasceu para ser e, ser inferior, submisso aos caprichos ou menor em todo o potencial que sabe que tem não vai fazer ninguém te amar mais por isso. 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz