Polícia Federal /

Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019, 15h:30

A | A | A

PF combate disseminação pela internet de pornografia infantojuvenil

Florianópolis/SC - A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (16/10) a Operação Pesadelo, de repressão à produção, armazenamento e divulgação...


Imagem de Capa

Florianópolis/SC - A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (16/10) a Operação Pesadelo, de repressão à produção, armazenamento e divulgação na internet de imagens e vídeos de exploração sexual de crianças e adolescentes, desta vez praticada por investigado com residência em Palhoça/SC.

Participaram da ação de hoje oito policiais federais, que, após diligências de busca em imóveis nas proximidades da praia do Sonho, prenderam em flagrante um funcionário de lanchonete, de 23 anos, e apreenderam equipamentos eletrônicos utilizados nas condutas criminosas.

 

As investigações foram iniciadas há pouco mais de 4 meses, a partir de relatório produzido pela Polícia Federal, em cooperação com autoridades do Canadá (National Child Exploitation Coordination Centre da Royal Canadian Mounted Police), que identificaram um usuário de aplicativo de mensagens que realizou a transmissão de diversos arquivos contendo cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes.

O nome da operação faz alusão à aflição causada pela transgressão à dignidade sexual de crianças e adolescentes, bem como à perturbação associada à sensação opressiva.

A PF segue continuamente realizando ações, a fim de reprimir o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes em todas as suas modalidades.

As penas somadas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente para os crimes de produção, posse e transmissão desses arquivos ilegais podem chegar a 18 anos de prisão.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz