Polícia Federal /

Quarta-feira, 28 de Agosto de 2019, 03h:30

A | A | A

Operação Alba Virus combate o tráfico internacional de entorpecentes

Santos/SP - A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (27/8) a Operação Alba Virus, para desmantelar uma organização criminosa voltada ao tráfico...


Imagem de Capa

Santos/SP - A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (27/8) a Operação Alba Virus, para desmantelar uma organização criminosa voltada ao tráfico internacional de entorpecentes, realizado por meio do modal marítimo.

Aproximadamente 180 policiais federais dão cumprimento a 42 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão temporária, expedidos pela 5ª Vara Federal de Santos, e decretado o sequestro de mais R$ 23 milhões em imóveis. Os mandados estão sendo cumpridos nos estados de São Paulo (São Paulo, Santos e Guarujá), Santa Catarina (Itajaí, Balneário Camboriú), Mato Grosso do Sul (Campo Grande) e Bahia (Salvador).

Após uma prisão em flagrante realizada no Guarujá, no dia 20 de fevereiro de 2019, a PF identificou diversos integrantes da ORCRIM, bem como diversos bens móveis e imóveis adquiridos com o proveito da prática criminosa.
Com a análise dos celulares apreendidos, os policiais encontraram diversos vídeos nos quais os protagonistas aparecem ocultando grandes quantidades de cocaína em meio a cargas lícitas, em contêineres que embarcaram em navios com destino à Europa, que indicam que o grupo teria sido responsável pela remessa de mais de 6 toneladas de cocaína. Foram identificados, ainda, diversos integrantes que atuam na aquisição e ocultação dos bens adquiridos com o proveito do crime.

A operação foi batizada de ALBA VIRUS, em latim, que significa vírus ou veneno branco, fazendo referência à cocaína, substância entorpecente objeto do tráfico internacional praticado pela organização criminosa.

Aos investigados, estão sendo imputados os crimes de organização criminosa, tráfico internacional de entorpecente e associação para o tráfico, sem prejuízo de eventuais outras implicações penais que possam surgir com o descortinar das investigações.

Haverá uma coletiva de imprensa, às 11 h, na Delegacia da Polícia Federal em Santos.

 

Contato: (13) 3213-1800

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz