Polícia Civil /

Sexta-feira, 31 de Julho de 2020, 18h:02

A | A | A

Polícia Civil apresenta inquérito eletrônico a membros do MPE que atuam no interior do estado

.Assessoria | Polícia Civil-MT A Polícia Civil de Mato Grosso realizou a segunda videoconferência com membros do Ministério Público Estadual...


Imagem de Capa
Polícia Civil MT
.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso realizou a segunda videoconferência com membros do Ministério Público Estadual (MPE), na manhã desta sexta-feira (31.07) para tratativas do procedimento de funcionamento e integração do inquérito policial eletrônico implantado.

 

Cerca de 40 promotores de justiça das Promotorias Criminais do interior do Estado participaram do encontro on-line, realizada pela Diretoria-Geral da Polícia Civil e pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação (COTI). Na última semana, no dia 22 junho, cerca de 50 promotores da região metropolitana participaram da reunião virtual.

A segunda videoconferência teve como principal objetivo tratar sobre a integração do inquérito policial eletrônico, do acesso que os promotores das Varas Criminais terão, e como será a forma de fiscalização do Ministério Público Estadual.

Durante a reunião foi explicado o funcionamento da nova plataforma de transmissão eletrônica ao Judiciário, do acesso on-line que está sendo desenvolvido pelos profissionais da Fábrica de Software, e a integração com o sistema PJe do Tribunal de Justiça, que possibilitará que o MPE realize o controle difuso e a fiscalização externa em tempo real, de forma rápida e segura.

 

Através da ferramenta, os membros das promotorias criminais terão acesso por meio eletrônico dos procedimentos policiais e peças que compõem o inquérito policial, além das fiscalizações de controle das atividades internas das unidades policiais que se mantêm com as mesmas garantias previstas na lei conforme Constituição Federal.

Conforme o delegado-geral adjunto que e presidiu, Gianmarco Paccola Capoani, a segunda videoconferência direcionada aos Promotores de Justiça atuantes na área criminal nas Comarcas do interior do estado foi muito produtiva pois eles tiveram a oportunidade de conhecer um pouco sobre o sistema GEIA.

 

"O assunto foi o esclarecimento quanto ao inquérito policial eletrônico, implantação e algumas anuências. Também foi apresentado aos membros do MPE a otimização e celeridade do novo formato de trabalho, bem como foram sanadas dúvidas e o aprimoramento dos procedimentos de agora em diante", destacou Gianmarco Paccola Capoani.

Além do delegado-geral adjunto participaram da videoconferência, os servidores do COTI, Fábio Arruda Goes Ferreira e Ricardo Rodrigues Barcelar.



 

Fonte: PJC MT

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz