Nacional /

Quinta-feira, 06 de Dezembro de 2018, 06h:55

A | A | A

Toffoli pede que PF e PGR apurem caso de passageiro que chamou STF de "vergonha"

Conselho Nacional de Justiça – CNJ 13.09.2018 Dias Toffoli entendeu que o ministro Lewandowski foi ofendido durante o voo a Brasília e que passageiro...


Imagem de Capa
Dias Toffoli entendeu que o ministro Lewandowski foi ofendido durante o voo a Brasília e que passageiro deve ser punido
Conselho Nacional de Justiça – CNJ 13.09.2018
Dias Toffoli entendeu que o ministro Lewandowski foi ofendido durante o voo a Brasília e que passageiro deve ser punido

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, pediu na noite desta quarta-feira (5) que a Polícia Federal (PF) e a Procuradoria-Geral da República (PGR) se debrucem sobre o caso do passageiro de avião que abordou o ministro Ricardo Lewandowski em um voo para chamar o STF de "vergonha" .

Segundo Dias Toffoli , Lewandowski foi ofendido na abordagem e, por causa isso, o caso precisaria ser apurado pelos órgãos competentes e as "providências cabíveis" deveriam ser tomadas imediatamente. O passageiro em questão é o advogado Cristiano Caiado de Acioli.

Em sua defesa, o advogado garante que usou "toda a etiqueta necessária" para falar com o ministro da Suprema Corte. Ele diz ainda que tratou Lewandowski "com o pronome devido" e exerceu o seu "direito básico" de manifestação, o que consta na Constituição Federal. 

É claro, no artigo 5º da Constituição, o quanto é livre ao cidadão brasileiro "a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato". Porém, por se tratar de um ministro do STF , tal liberdade é passível de desacato e, por isso, o advogado foi detido logo após se dirigir a Lewandowski. 

Leia também: Ministro do STF concede prisão domiciliar a mães detidas por tráfico

A crítica foi feita em um voo da companhia Gol, que partiu do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com destino ao Aeroporto Internacional de Brasília, na última terça-feira (4). O ministro Luís Roberto Barroso também estava no voo.

Logo após a manifestação do advogado, o ministro Lewandowski disse: “vem cá, você quer ser preso? Chamem a Polícia Federal, por favor”. Depois disso, por exigência de agentes federais, o passageiro foi obrigado a permanecer na aeronave até que Lewandowski deixasse o aeroporto. Em entrevista ao jornal  O Estado de São Paulo , o advogado afirmou que não recebeu nenhuma informação sobre os motivos para que permanecesse retido.

Essa não é a primeira vez que um ministro do Supremo é hostilizado durante voos. Gilmar Mendes também foi xingado em viagem realizada em avião comercial, em janeiro. Dias antes, ele tinha sido xingado durante viagem a Portugal . Um brasileiro encontrou o magistrado em um restaurante e perguntou se ele “não tinha vergonha na cara”.

Leia também; STF tem dois votos contra liberdade de Lula, mas Gilmar Mendes pede vistas

O ofício emitido ontem por Dias Toffoli está dirigido à procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge, e ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, a quem a PF é subordinada.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.