Mato Grosso /

Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2019, 02h:11

A | A | A

Estado garante apoio para ampliação de fontes de renda aos indígenas

O Governo do Estado dará apoio e suporte para a ampliação da agricultura e incentivará o aproveitamento de outras fontes de renda em terras indígenas....


Imagem de Capa

O Governo do Estado dará apoio e suporte para a ampliação da agricultura e incentivará o aproveitamento de outras fontes de renda em terras indígenas. A defesa foi feita durante o 1º Encontro Nacional de Grupo de Agricultores Indígenas, na Aldeia Matsene Kalore, em Campo Novo do Parecis (396 km a Noroeste de Cuiabá), nesta quarta-feira (13.02).

O encontro, que teve a presença dos ministros de Meio Ambiente, Ricardo Salles, e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, do governador Mauro Mendes, e de deputados federais e estaduais, serviu para fortalecer a principal reivindicação dos povos indígenas para que possam plantar em suas terras.

Ronaldo Zokezomaiake Paresi, presidente da Cooperativa Agropecuária dos Povos Indígenas Haliti-Parecis, Nambikwara e Manoki (Coopihanama), comemorou a presença das autoridades no evento, uma vez que fortalecerá o pedido junto ao Governo Federal.

“Nosso objetivo foi cumprido. Nós conseguimos trazer aqui os ministros, o governador e autoridades que podem nos ajudar e dar apoio para continuarmos a nossa produção. Isso nos dá dignidade. A vinda deles aqui é importante para que todos vejam que com autonomia, nós somos capazes de fazer muito. Por isso a gente convidou todo mundo”, declarou.

Mendes afirmou que o Governo fará o que for necessário para que os marcos legais a respeito do assunto sejam alterados. Atualmente, as aldeias são consideradas terras da União. Por esse motivo, os povos indígenas também não podem arrendar as terras para terceiros.

“Eles [os povos indígenas] mostram que querem trabalhar, produzir. Querem construir seu sustento com dignidade, mantendo sua cultura. E o Governo do Estado apoiará essa iniciativa para que os povos indígenas de Mato Grosso sejam um exemplo para outros Estados e também para que possam extrair as riquezas minerais de suas terras, garantindo a manutenção do meio ambiente”, disse o governador.

Durante o encontro, as autoridades conheceram a cooperativa, localizada na aldeia, e uma das áreas de produção de cultura de soja. A ministra Tereza Cristina asseverou que a produção indígena concilia o desenvolvimento e o meio ambiente.

“Os produtores indígenas estão fazendo uma revolução na agricultura e mostrando ser possível produzir e também ser indígena. Estão lado a lado com os maiores agricultores do país”, disse ela.

O ministro Ricardo Salles apontou que o Governo Federal também dará apoio na manutenção e ampliação das produções em terras indígenas. “É garantir o direito e reconhecer a geração de riqueza, não apenas para os povos indígenas, mas também para todo o país”.

O povo Paresi, formado por cerca de 2 mil indígenas, tem se destacado na produção de soja, milho, batata, batata-doce, abóbora, feijão, entre ouros produtos. Na safra 2018/2019, em Campo Novo do Parecis, foram semeados 8,7 mil hectares de soja, mil hectares de milho e 300 hectares de arroz. Para a safrinha, a previsão é de 7,7 mil hectares de milho convencional, 6 mil ha de feijão, 1,4 ha de girassol e 500 ha de milho branco.

Também estavam na solenidade representantes de entidades produtoras do Estado e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.