Mato Grosso /

Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020, 11h:30

A | A | A

Avenida 8 de Abril terá pista para caminhada em toda sua extensão

Os moradores da avenida 8 de abril (e de seu entorno), cujas obras foram retomadas pela atual administração estadual após quatro anos paralisadas,...


Imagem de Capa

Os moradores da avenida 8 de abril (e de seu entorno), cujas obras foram retomadas pela atual administração estadual após quatro anos paralisadas, terão à sua disposição uma pista para caminhada em toda a sua extensão, de aproximadamente 3,5 km. A conclusão, antes prevista para agosto deste ano, foi adiada para dezembro, por problemas técnicos.

“Houve alguns ajustes, porque o governador Mauro Mendes visitou o local e nos recomendou a construção de canteiros e arborização”, explicou o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira e Silva. 

O secretário explica ainda que a revitalização do córrego contornado pela Avenida 8 de Abril não é apenas uma obra de conservação. “Sua importância está no fato dela ter o coletor tronco da sub bacia do córrego Mané Pinto, que irá receber o esgoto de toda a região do Jardim Cuiabá, Jardim Cuiabá II, Pólvora, Independência e Goiabeiras”.

A obra foi projetada para a Copa do Mundo de 2014, quando se pensou em urbanizá-la para que os visitantes não tivessem a visão do esgoto que corre dentro do córrego e deságua diretamente no rio Cuiabá. “Por isso, foram colocados os coletores troncos para a recolher o esgoto, a ser lançado na Elevatória da Prainha e, em seguida, tratado na Estação Dom Aquino”, explicou Marcelo de Oliveira.    

Segundo ele, todas as rotatórias terão lajes e paisagismo, enquanto no canal (córrego Mané Pinto) será aplicada uma massa resistente para evitar infiltração em suas paredes, e consequentes quedas, como já aconteceu antes da atual retomada das obras.

“Neste momento, estamos adequando a geometria das rotatórias, já que todas elas terão uma superestrutura. Aquele buraco, que se via antes, deixará de existir. A rotatória da (avenida) Senador Metello e da (rua) Ranulfo Paes de Barros já estão prontas”, diz. 

Marcelo de Oliveira: secretário de Estado de Infraestrutura e Logística: "todas as rotatórias terão laje e paisagismo"

Ele explica que ainda neste mês de fevereiro será iniciada a adequação da rotatória da rua Togo Pereira, enquanto a da rua Barão de Melgaço, nas vizinhanças do Mercado do Porto, terá suas vigas concretadas.  “A expectativa é de que no mês de março concretemos a sua laje, que será circular. Vai ficar maravilhosa”, garante.

Marcelo de Oliveira explica que não será possível plantar árvores na calçada, a ser usada como pista de caminhada, em toda a extensão da avenida. “Se fizermos isso, suas raízes irão se expandir, podendo derrubar as paredes do canal. Por isso, a opção pelos arbustos, cujas raízes são rasas, não oferecendo este tipo de risco”, conclui.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz