Internacional /

Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019, 16h:32

A | A | A

Atirador que atuou no sequestro de ônibus estampa camiseta vendida em loja

arrow-options Divulgação Camiseta vendida em loja mostra imagem do atirador de elite que acertou sequestrador do ônibus Uma loja de São Paulo está...


Imagem de Capa
Camiseta arrow-options
Divulgação
Camiseta vendida em loja mostra imagem do atirador de elite que acertou sequestrador do ônibus

Uma loja de São Paulo está vendendo uma camisa com a foto de um dos atiradores que atuou no sequestro de um ônibus na Ponte Rio-Niterói. A roupa foi divulgada em menos de 24h do acontecimento, que resultou na morte do sequestrador, William Augusto da Silva, atingido por disparos feitos por "snipers".

Leia também: "Apaga tudo", disse Flordelis a filho antes de jogar celular do pastor no mar

A foto na camiseta é do atirador que estava em cima do caminhão dos bombeiros e que, logo após os tiros, comemora que o sequestrador foi atingido. A imagem vem junto com a legenda " Grande dia ", uma referência a um tuíte feito pelo  presidente Jair Bolsonaro no início do ano.

O comerciante Lucas Nunes, dono da marca, disse que pegou a imagem que foi compartilhada por Bolsonaro em seu Twitter — o presidente retuitou a foto publicada por Arthur Weintraub, assessor da Presidência da República e irmão do ministro da Educação, Abraham Weintraub. A imagem em questão é uma fotografia tirada pelo fotógrafo Fabiano Rocha, do Extra e "O Globo".

A camisa é uma homenagem à ação da Polícia Militar no desfecho do sequestro . Nunes disse que não esperava a repercussão que a camisa teve. Segundo ele, em três horas, a marca vendeu cerca de 500 exemplares.

A loja online existe há 14 anos e tem a sede em São José dos Campos, no interior de São Paulo. Apesar da marca ter feito campanha no ano passado para Bolsonaro, Nunes explica que a marca não tem cunho político.

Leia também: Alcolumbre lidera frente contra resistência a Eduardo Bolsonaro em embaixada

"A gente é uma empresa capitalista focada no resultado. A gente fez a estampa , assim como as camisas usadas na eleição, para capitalizar em cima dela. Somos uma marca liberal, sem cunho político", contou o comerciante. "O nosso público é mais voltado para o capitalismo, de vertente da direita e do liberalismo. Nós somos liberais na economia, mas conservador nos costumes".

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz