Entretenimento /

Domingo, 21 de Abril de 2019, 22h:33

A | A | A

Sunday Service: a "missa de Páscoa" de Kanye West no Coachella

O mistério que intrigava os fãs de Kanye West desde o início do ano, quando Kim Kardashian começou a postar vídeos de uma espécie...


Imagem de Capa

O mistério que intrigava os fãs de Kanye West desde o início do ano, quando Kim Kardashian começou a postar vídeos de uma espécie de pregação musical que o polêmico e talentoso rapper promovia na mansão do casal, chegou ao fim neste domingo com a apresentação de Sunday Service.

Leia também: Incêndio no Coachella assusta público, mas festival não é interrompido

Kanye West em Sunday Service
Reprodução/Instagram/@kentnish
O tão esperado Sunday Service foi o espetáculo do rapper Kanye West no festival de música Coachella

O espetáculo Sunday Service teve sua primeira apresentação pública na manhã de Páscoa numa colina na área de camping do festival Coachella , com transmissão mundial ao vivo pelo YouTube — muito comentada, aliás, pelo uso de uma espécie de câmera olho de peixe, em que o espectador parecia estar assistindo pelo buraco da fechadura.

Desde às 9h (no horário local, 13h em Brasília), as redes sociais ficaram tomadas de mensagens ansiosas e intrigadas. Aos poucos, os muitos músicos e cantores do coral que acompanham Kanye na empreitada religiosa — no Brasil, comparada à "fase racional" de Tim Maia — marchavam em formação para a tal colina, numa espécie de ritual, com vestes em que se liam mensagens como "Espírito Santo" (vendidas a módicos U$ 225 dólares na loja do festival).

Detalhes do Sunday Service

Kanye West em Sunday Service
Reprodução/Twitter
O espetáculo do rapper no Coachella 2019 durou cerca de duas horas e foi uma espécie de "pregação"

A apresentação em si só foi começar com quase meia hora de atraso, com longas e imersivas jams instrumentais do ótimo grupo — predominantemente negro — que Kanye arrebanhou, interpretando canções de Kool & The Gang ("Summer madness"), Stevie Wonder ("Do I do") e The Gap Band ("Outstanding") com clima jazzy, centradas no piano, na percussão e nos sopros.

Na prática, Kanye & companhia promoveram uma grande pregação musical, com uma série de discursos e manifestações religiosas, baseada nas tantas canções com referências gospel que lançou em sua carreira — "Father strecht my hands pt. 1", "Jesus walks" — e fazendo "versões para igreja" de outras, como "Fade", "Power", "All falls down" e "Otis.

Por diversas vezes, como nas sequências "Ha ya" e "Lift him up" e "Follow me" e "Fade", a entrada de synths e samples dava ao culto orgânico tons de house music e eletrônica — afinal, por que não? É uma missa pós-moderna.

Kanye aproveitou para apresentar duas músicas novas, "We have everything we need" e "Water", que devem fazer parte do disco resultante ("Yandhi"?) dessa fase ainda mais espiritural do rapper que já tinha lançado, em 2013, o álbum "Yeezus".

O repertório de cerca de duas horas também contou com hinos gospel, como "Brighter day" (Kirk Franklin), "This is the day" (Fred Hammond) e "Oh Lord, how excellent" (Richard Smallwood), além de versões de "As" (Stevie Wonder) e "Back to life" (Soul II Soul).

Leia também: Beyoncé lança álbum e documentário sobre apresentação no Coachella 2018

Para os descrentes que achavam que o tal "Sunday Service" seria mais uma egotrip de um artista conhecida pela egolatria, Kanye provou que o conceito está muito mais para comunhão do que para o umbigo. Com seu cabelo pintado de roxo, ele quase não cantou, dando espaço para parceiros como a cantora Teyana Taylor ("Never would have made it") e Chance the Rapper ("Ultralight beam") brilharem.

A função de Kanye era muito mais a de uma espécie de mestre de cerimônia, ajudando a reger a banda e o coral, e incentivando a vibração dos músicos, que por vezes se infiltraram no meio do público. Kanye chegou a visivelmente se emocionar na apresentação, que contou ainda com a presença de  Kim Kardashian e da pequena North West, de cinco anos.

Mesmo não sendo headliner (boatos dão conta de que o festival não conseguiu bancar a produção megalomaníaca pedida pelo artista), Kanye West causou o grande rebuliço do Coachella 2019 , com sua missa/ritual pascal "Sunday Service" e a participação surpresa, na véspera, do show do parceiro Kid Cudi, com quem lançou o disco "Kids see ghosts" no ano passado.

Em tempos em que religião e juventude parecem se afastar cada dia mais, Kanye conseguiu por duas horas fazer os jovens do pagão Coachella (e tantos outros que assistiam em casa) ouvirem e cantarem a palavra em Sunday Service . Não é pouco.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.