Cuiabá /

Domingo, 29 de Março de 2020, 13h:31

A | A | A

Secretário de Saúde assina portaria que regulamenta procedimentos de manuseio de vítimas do COVID-19

Gustavo Duarte Clique para ampliar A Prefeitura de Cuiabá está se organizando cada vez mais com o intuito de evitar a disseminação...


Imagem de Capa

A Prefeitura de Cuiabá está se organizando cada vez mais com o intuito de evitar a disseminação do coronavírus na capital e para isso está adotando e seguindo protocolos e recomendações da Organização Mundial de Saúde OMS.

A atual situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública. Sendo assim, nesta sexta-feira (27), o secretário Municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho assinou a Portaria Nº 017/2020/SMS, que regulamenta os procedimentos nas unidades de saúde, Hospitais Públicos e privados durante os cuidados com os restos mortais, dos óbitos suspeitos ou confirmados, bem como nos velórios em casos de Covid – 19/SARS-COV-2, no município de Cuiabá – MT.

A Portaria descreve detalhadamente como deve ser realizado o trabalho dos profissionais que tiverem contato com os restos mortais, desde o uso do todos os Equipamentos de Uso Individual – EPIs, até o preparo do corpo, descarte correto dos materiais após a finalização dos procedimentos e medidas de desinfecção.

Em relação aos velórios, a Portaria proíbe a realização no caso de suspeitos ou confirmados de Covid – 19/ SARS-COV-2. Para estes casos, o corpo deverá ser manuseado no local do óbito e autorizado seu transporte apenas direto ao cemitério ou crematório. Recomenda-se ainda que seja realizada a cremação dos restos mortais.

Em caso de sepultamentos para suspeitos ou confirmados de Covid – 19/ SARS-COV-2, a urna deverá ser lacrada e a despedida deverá ser feita no cemitério em ambiente aberto e ventilado, podendo ser na presença de no máximo dez pessoas, evitando aglomerações, sem contato com a urna mortuária. Além disso, não é recomendado que pessoas integrantes do grupo de risco compareçam à cerimônia de sepultamento.

“Não foi fácil assinar esta Portaria que trata de assuntos tão difíceis, mas infelizmente foi necessário para preservarmos tanto os profissionais que trabalham nesta área e os familiares das vítimas também. Estamos certos de que logo conseguiremos passar essa fase tão difícil, mas por enquanto precisamos nos cercar de todos os cuidados possíveis para evitarmos a propagação desse vírus”, concluiu o secretário de saúde.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz