CIDADE /

Segunda-feira, 30 de Setembro de 2019, 14h:08

A | A | A

População reclama da falta de legislação de carga e descarga em Campo Verde

Transito de caminhões em vias, que param em fila dupla e esgotam os estacionamentos são discutidos.


Imagem de Capa
Paulo Pietro

Há muito tempo um problema crônico do trânsito de Campo Verde vem sendo alvo de reclamações de motoristas e até mesmo de pedestres em algumas vias da cidade. É a questão da falta de regularização do serviço de carga e descarga.

 

A Rua João Pessoa, no Centro da cidade, onde inclusive está localizado o jornal O Diário, talvez seja a mais problemática e também a quem recebendo o maior número de reclamações. A rua que é muito movimentada, possui duas lojas de moveis e um supermercado na esquina. Nenhum dos estabelecimentos possui um estoque em outra área e os caminhões e até carretas, se acumulam durante o horário comercial, parando em fila dupla muitas vezes, propiciando acidentes, já que os motoristas tem cruzar na contramão para poder trafegar.

 

Outro ponto de reclamação constante é a falta de estacionamento, como os caminhões ocupam muito espaço e geralmente ficam parados por bastante tempo, estacionar na via é uma dura missão de paciência e habilidade. Quem acaba sofrendo com isso são os demais estabelecimentos, os carros entram em estacionamentos particulares, param na frente de entradas e saídas de veículos e causam muito transtorno, inclusive para os próprios clientes dos estabelecimentos citados.     

 

Na última semana, na tarde da última quinta-feira (26) um leitor do jornal já cansado, pelas inúmeras vezes que passou pelo local e sofreu com a questão da fila em mão dupla, tirou uma foto de seu celular e enviou para nossa redação, nossa reportagem saiu e conferiu o tempo que o caminhão ficou parado, se passaram mais de 10 minutos atrapalhando o transito enquanto descarregavam a carga. “Eu já passei aqui várias vezes e sempre me deparo com essa situação, acredito que tenha que regular esse serviço, ou colocar os depósitos em outros locais, o que não pode é todo dia essa bagunça no transito,” finalizou.

 

Nós entramos em contato com a Polícia Militar de Campo Verde, que é responsável pela fiscalização do transito no município, eles reconheceram que a situação é realmente problemática, disseram que todas as vezes que veem uma situação em desrespeito as leis de transito orientam e por muitas vezes já aplicaram multas, mas como todos sabem nosso efetivo não é suficiente, não tem como deixar um policial ou uma guarnição responsável pela transito da rua o tempo inteiro.  Eles afirmaram que se houvesse uma legislação sobre os horários de carga e descarga em determinados horários, seria o ideal, até mesmo para fiscalizar, já que os estabelecimentos não possuem depósitos.

 

Nós já havíamos entrado em contato com o DMTU (Departamento Municipal de Transito Urbano) em outra oportunidade, na época eles haviam realizado a regulação e pintura dos estacionamentos de motos, que foi uma ação muito eficaz e praticamente zerou os problemas de motos que ficavam ocupando vagas de carros no centro da cidade.

 

Nesta sexta-feira (27) entramos em contato novamente com Jairo Freitas o coordenador do DMTU sobre o problema, ele comentou que estão sendo realizados estudos para tentar implementar e regular essa questão, mas que vai além de simplesmente estipular um horário. Segundo o Jairo tem que haver o amparo do executivo e o envolvimento do legislativo nesta questão, que terá que ser realizado uma proposta e apresentada a discussão em audiências publicas, o que não deve acontecer imediatamente. Enquanto isso segundo Jairo as pessoas que se sentirem incomodadas, com algo que fuja da legislação do código nacional de transito, deve ligar para PM.

 

O vereador João Narciso Gomes também foi procurado pela reportagem, segundo ele não existe ainda na cidade nenhuma legislação municipal que regule essa questão, mas que vai realizar uma indicação ainda nesta segunda-feira (30), para que o executivo providencie um PL que possa amenizar os problemas.    

 

Vale ressaltar que outras vias além da João Pessoa são alvos da reclamação, a Rua Belém, Rua Teresina e Av. São Lourenço também tem reclamações, bem como outras onde existe um comércio mais ativo.    

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Campo Verde

Segunda edição do Fusion Fight vai contar com lutas internacionais e disputas de cinturões do evento

O evento vai ser realizado no dia 26/10 (sábado), no salão do Clube Juventude, assim como na primeira edição.

O IPTU de Campo Verde é realmente caro ?

O Diário realizou uma pesquisa em quatro municípios e descobriu que existem verdades e mitos em relação à cobrança.

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a privatização da MT 130 sentido Paranatinga?
A favor
Contra
Tanto faz