Polícia /

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019, 09h:15

A | A | A

Justiça revoga prisão preventiva de envolvidos em esquemas de CNH

A ‘Operação Mão Única’ foi deflagrada no dia 5 de dezembro de 2018, pela Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz).


Imagem de Capa
Redação com informações de TopNews

A Justiça de Mato Grosso, através do juiz Marcos Faleiros da Silva, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, revogou a prisão preventiva e impôs medidas cautelares a 12 investigados na “Operação Mão Dupla”, que apura um esquema de compra e venda de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dentro do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT). Além disso ele também revogou a medida cautelar de recolhimento noturno de outros 13 envolvidos, que já estavam em liberdade.

Em uma decisão publicada no Diário de Justiça na última segunda-feira (21), o juiz cita que a investigação da polícia esclarece que há indícios da existência de uma organização criminosa que atua em todo o Estado de Mato Grosso, composta por examinadores e proprietários de autoescolas, que teriam emitido atestados fraudulentos para emissões de CNHs, sem a realização dos exames necessários e mediante cobrança de vantagem indevida.

A ‘Operação Mão Única’ foi deflagrada no dia 5 de dezembro de 2018, pela Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz). Foram mobilizados 180 policiais civis (delegados, investigadores e escrivães) para o cumprimento de 60 ordens judiciais, sendo 25 mandados de prisão preventiva e 35 buscas e apreensões nas cidades de Cuiabá (13 presos), Várzea Grande (4 presos), São Félix do Araguaia (3 presos), Chapada dos Guimarães (1 preso), Campo Verde (2 buscas), Tangará da Serra (1 preso), Juína (1 preso) e Rondonópolis (2 presos).

 Aos 12 foram impostas quatro medidas cautelares. Eles estão proibidos de manter contato com os demais acusados do caso e com as testemunhas, devem comparecer mensalmente em juízo para informar e justificar suas atividades, estão proibidos de deixar o Estado de Mato Grosso sem autorização da Justiça e ficam afastados de suas funções que guardem relação com os fatos em apuração.

 

O esquema

Os crimes de corrupção ativa e passiva, inserção de dados falsos no sistema Detrannet e organização criminosa, para venda ilícita de carteiras, eram operados de dentro do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT).

A organização criminosa operava no agenciamento de candidatos que não detém capacidade técnica, para serem aprovados nos exames práticos e teóricos de direção veicular. Eles eram cooptados a fazer o pagamento da CNH, sem necessidade de realizar os testes, apenas assinavam as listas de presença e os laudos de provas. Após iam embora sem realizá-los.

Durante os trabalhos investigativos foram juntado aos autos 21 confissões de candidatos que confirmaram o pagamento de valores que variavam de R$ 1 mil a R$ 4 mil, para serem aprovados sem a necessidade de realizar as provas do Detran.

Os valores, que podiam variar de acordo com a condição financeira do candidato, eram pagos aos representantes das autoescolas, que por sua vez repassavam aos servidores da banca examinadora do Detran.

Segundo a apuração, os examinadores usavam proprietários ou instrutores de centros de formação de condutores (autoescolas) como intermediários, os quais ofertavam os serviços para os clientes, fazendo a arrecadação do dinheiro, e, em alguns casos, repassando a parcela do examinador, “agindo de forma organizada e estruturada para o cometimento das fraudes apuradas, desrespeitando as regras e os procedimentos necessários para a obtenção da CNH.

 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Campo Verde

Campo Verde vai receber a segunda edição do Fusion Figth em outubro

E o card desse segundo evento de MMA na cidade mais uma vez promete, com lutas internacionais, femininas, categoria peso-pesado e até mesmo disputa de cinturão do evento.

Alerta sobre problemas de saúde devido à baixa umidade do ar

Na primeira semana de setembro, a região chegou a registrar um nível de umidade comparável ao deserto do Saara, com 10% de umidade relativa do ar.

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

26/06 - Em cerimônia pontuada por bom gosto e emoção na Igreja Matriz, Thayara Rodrigues & Duan Pilonetto receberam a bênção matrimonial no último sábado, 22. Impecavelmente vestida pelo estilista mais famoso do Brasil, Lucas Anderi, a noiva emocionou os convidados logo antes da sua entrada com depoimento para o noivo. Já ele usava um terno Camargo, sendo que o estilista fez questão de colocá-lo em suas redes sociais. Com um flashmob feito pela Musique Casamentos, cantores e violinos surgiam entre os convidados enquanto as alianças eram conduzidas pela avó da noiva ao altar. Queima de fogos iluminaram a noite ao final da cerimônia religiosa. O salão do Centro de Eventos Primacredi foi transformado com suntuosa decoração por Anna Carolina para receber o em torno de 500 convidados para a celebração da boda. O buffet sempre agradável de Dulce Aguiar, (Roo) servia de volantes como as panelinhas quentes até um buffet de comida japonesa requintado, na ímpar noite que foi adoçada pelas receitas de Claudete Zandoná. A animação da festa ficou a cargo da Banda Bis de Cuiabá, além do receptivo da Musique com apresentação do Brass Live durante a festa que foi até as 6 da manhã. Um dos pontos altos da noite foi a surpresa feita pelos padrinhos que interromperam o final da apresentação dos noivos, surpreendendo com todas as músicas que os recém casados gostam e fazendo a festa já pegar fogo, mais uma das brilhantes ideias do Cerimonial Fabiano Fernandez que produziu e atendeu todo o evento com a mesma maestria de sempre, já conhecida e aprovada. Confira mais flashes by Marcello Holanda . Fotos oficiais Fares Rames.

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.