Soja /

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016, 16h:32

A | A | A

Produtor bancou 40% do custeio da safra de soja em Mato Grosso

Números do Imea mostram também perda de participação dos bancos federais e ganho de mercado das tradings sobre as revendas no estado


Imagem de Capa
Globo Rural - Notícias - de 28/01/2016

...

O montante chegou a R$ 6,442 bilhões, 40% do total estimado para o custeio da temporada atual no estado, que foi de R$ 16,162 bilhões considerando todos os agentes (veja tabela abaixo). O volume representa a maior participação do capital próprio do agricultor desde 2008/2009, quando foi de 22%. De lá para cá, essa proporção vinha oscilando entre 31% e 35%.

área plantada com soja nesta safra em Mato Grosso é calculada em 9,2 milhões de hectares. Produzir em cada um custou R$ 1,65 mil, calcula o Imea. Considerando as proporções divulgadas pela isntituição, significa que o agricultor colocou do próprio bolso R$ 622 por hectare.

“A atual conjuntura econômica nacional é um dos fatores que explicam as mudanças ocorridas no funding 15/16. Vale relembrar que o Governo Federal não liberou o pré-custeio, atrasando, assim, a comercialização dos insumos. A dificuldade de acesso ao crédito em outros agentes também implicou no atraso da comercialização de insumos em 2015, que por sua vez, em conjunto do aumento cambial acarretou a alta nos custos de produção do sojicultor”, dizem os técnicos do Imea.

sistema financeiro de um modo geral respondeu por 15% do custeio e os bancos federais por 11%. Já as multinacionais e revendas arcaram com 17% cada um. O Imea destaca que as tradings ganharam espaço dos revendedores no mercado, já que estes passam por um "mal momento financeiro". Na safra 2014/2015, as participações tinha sido de 5% e 31%, respetivamente.

...

______________________________________________________________________

 

Tenho que repensar

a vida adiante.

Tenho que aproveitar

demais da conta.

Não mais atrasar

as contas como antigamente.

Não mais jogar

as boas coisas passante.

Um dia a mais

em uma vida

cheia de explorações,

cheia de tesões.

 

Murilo Conti Vieira

 

28/01/2016

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!