PEDIDO DE AJUDA /

Sexta-feira, 27 de Julho de 2018, 17h:06

A | A | A

Moradora volta a pedir auxílio da população para tratamento de ferida

Ela diz que não vem recebendo auxílio por parte do município com materiais para curativos


Carregando fotos
Da Redação

 

 

Há quatro meses Marlene Rosa da Cruz, 57, vem tratando de uma feriada que tem na perna. Dona Marlene recebeu a ajuda da população para dar início ao tratamento da ferida que toma conta da perna inteira, em contato com a equipe reportagem do Jornal O Diário, a mulher voltou a pedir a ajuda da população, pois segundo informações ela não está tendo acesso a materiais para fazer curativos e há pelo menos duas semana não realizada o tratamento indicado pelo médico.

“Me disseram que eu precisava fazer o cadastro, fiz, e me entregaram parte do material em casa, como soro, atadura e gaze, mas dos trinta tubos solicitados pelo médico na receito me entregaram apenas dois, e já acabou, me disseram que para conseguir mais eu preciso entrar na justiça, não tenho recursos para isso, estou desesperada e precisando novamente de ajuda”, disse a mulher.

Com medo de que o ferimento volte a ficar como estava antes, impossibilitando-a até mesmo de andar, Dona Marlene está passando óleo de cozinha no local.

Cada pomada custa em média R$ 40 e dona Marlene ainda precisa tomar um outro medicamento por 7 dias que também custa R$ 40.

Em abril deste ano Dona Marlene recebeu a ajuda da população de Primavera do Leste, grupos se mobilizaram para conseguir uma consulta com um infectologista e também a internação dela para o diagnóstico e indicação do tratamento indicado.

 

A HISTÓRIA DE DONA MARLENE

Há dez meses a moradora do Bairro Buritis, Marlene Rosa da Cruz, 57, vem sofrendo uma situação grave de saúde que está a deixando cada vez mais delicada. Uma ferida que cresce a cada dia está tomando conta de uma das pernas dela. Sem respostas de médicos da rede pública de saúde de Primavera do Leste, Marlene pede ajuda para procurar um especialista, urgentemente.

A doença, ainda não identificada, já está deixando Marlene debilitada, sem condições de andar normalmente e até mesmo a alimentação dela está começando a ficar afetada.

Desde quando procurou um médico pela primeira vez, Marlene vem tomando remédios como cefalexina, o que segundo ela não está fazendo efeito algum no tratamento da ferida. Desde janeiro ela descobriu uma infecção hospitalar no machucado.

Marlene conta que, nem sempre os medicamentos indicados estão disponíveis na Farmácia Municipal, e compra-los fica cada vez mais difícil, já que a doença a impossibilitou de trabalhar. “É só o meu marido, que ganha pouco, para sustentar a casa. A situação está bem difícil”, afirma.

Marlene vêm a público para pedir ajuda. “Preciso que alguém me ajude a encontrar um especialista. Não tenho condições de pagar e já estou ficando desesperada”, suplica.

Para colaborar de alguma forma com Marlene, é só entrar em contato com ela por meio do telefone: (66) 9 9623 8684. Marlene mora na Rua Tamarindo, número 706, Buritis.

 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Ação entre amigos visa arrecadar fundos para ajudar Carlos Daniel

Além de poder ajudar a criança, há chances de ganhar cinco prêmios. Cada bilhete custa R$ 5

Com tumor raro no cérebro, família precisa juntar R$ 40 mil para transporte aéreo de criança

Na UTI há três meses, Carlos Daniel, 2, foi diagnosticado com Neoplasia Maligna. Os médicos disseram que não há cura, mas os pais querem levá-lo ao Hospital do Câncer de Barretos, em São Paulo

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

CLUBE DO ASSINANTE

EMPRESAS PARTICIPANTES

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.