ONLINE /

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017, 13h:30

A | A | A

Site possibilita solucionar problemas de consumo entre empresas e clientes

Procon pretende incentivar o cadastro de empresas de Primavera


Imagem de Capa
Ítalo Berto

No início da semana muita gente percebeu a falta do sinal de uma das operadoras de telefonia móvel que prestam serviço em Primavera do Leste. Os motivos não foram revelados pela empresa, a Vivo, mas na quarta-feira (18) o sinal se reestabeleceu. Mesmo assim, você, consumidor que paga mensalmente um plano de pacote de dados e ligações, já pensou que pode estar sendo prejudicado com essas oscilações e quedas de sinal?

De casa ou qualquer outro local com acesso à internet é possível solucionar o problema. O governo federal criou, no ano de 2014, o portal consumidor.gov.br, um serviço público que permite a interlocução direta entre consumidores e empresas, para solução de conflitos de consumo.

O Procon já existe há muito mais tempo e a população ainda parece não ter se acostumado a se deslocar até o órgão para registrar as reclamações. Por isso, pelo meio digital, onde as pessoas estão cada vez mais inteiradas, é mais fácil e eficiente registrar as denúncias pelo consumidor.gov, conforme diz a coordenadora do Procon de Primavera do Leste, Aline Crema Fossari.

Registrar a reclamação vai ocupar pouco tempo do dia do consumidor e pode proporcionar a ele o ressarcimento pelos dias em que os serviços pagos não foram utilizados, além de contribuir para a melhoria dos serviços da própria empresa.

Nesse canal o Procon não tem acesso às informações do reclamante. O contato é feito direto com a ouvidoria da empresa, que dispõe de funcionários para atenderem as demandas.

“É muito fácil. O Consumidor.gov.br é autoexplicativo. Ao abrir o site, o consumidor se depara com um campo de busca, onde deve digitar o nome da empresa. Caso a organização tenha cadastro no sistema, selecione o nome da marca e depois é só responder as perguntas que o portal disponibiliza, que não precisa ser toda se o cliente não souber”, detalha Aline.

No portal também tem a opção de o consumidor relatar o que espera da empresa. É aí que o cliente poderá relatar o que a empresa fazer para se adequar conforme o combinado ao contratar o plano e também, exigir o ressarcimento pela indisponibilidade dos serviços.

Aline Fossari contou à reportagem que já houve casos em que o consumidor, após a reclamação, recebeu um mês de isenção na fatura. “O mínimo que a empresa pode fazer é o cálculo proporcional, dividir o valor da fatura por 30 dias e descontar o período que ficou sem o sinal”, afirma Fossari.

“Temos que fomentar a população. Chega de só reclamar. É preciso que todos façam sua parte. Se a população não reclamar fica impossível solucionar esses problemas. A empresa vai considerar que os serviços estão 100%, ou ainda que a população reclame, porém em quantidade mínima, a empresa entende que são irrisórias perto da quantidade de pessoas que atendem. É preciso mudar a cultura de pensar que somente as autoridades não estão fazendo nada, e você, o que está fazendo? ”, orienta a coordenadora. 

Para Aline, as empresas não têm como saber que o serviço prestado não está sendo de qualidade quando não há reclamações. Apontar os erros é uma forma de contribuir para a melhoria dos serviços que cada um consome. “E se o sinal cair amanhã, de novo, registre mais uma vez, o consumidor não estará perdendo nada, desde que a informação seja verídica”, declara Fossari.

Caso o pedido do consumidor não seja atendido, a coordenadora recomenda que o cliente imprima todo o procedimento do consumidor.gov e entre na justiça. “Desconheço um caso de um fornecedor não ter respondido. A empresa é obrigada a responder, pois se ela se cadastrou no portal, assinou um termo de adesão, onde se compromete a dar atenção ao consumidor”, explica Aline.

 

PROCON PRETENDE INCENTIVAR O CADASTRO DE EMPRESAS LOCAIS

O portal consumidor.gov abre espaço até mesmo para as empresas que não são de níveis nacionais, como as operadoras de telefonia móvel. Em Primavera do Leste ainda há certa resistência dos empresários em se cadastrar no canal. “A maior parte das empresas pensam em não se cadastrar em um órgão para receber reclamações. Mas as instituições não estão isentas de reclamação, que podem ser feitas no Procon. Mas o consumidor.gov facilita. Não precisa sair da empresa para responder. Não precisa gastar com Correios e protocolos para encaminhar uma defesa. A resposta ao consumidor pode ser dada de onde o fornecedor estiver. A mesma praticidade é para o consumidor e para o fornecedor”, observa a coordenadora.

É isso que o Procon local está tentando mudar na cidade. A coordenação tenta negociações junto a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), para orientar e cadastrar as empresas. “Não precisa ter receio. Temos que partir do princípio de que se você presta um serviço de qualidade, não vai receber reclamação. E é uma forma de melhorar mais os serviços”, finaliza Aline Fossari.

CONHEÇA MELHOR O PORTAL

Monitorada pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça, Procons, Defensorias, Ministérios Públicos e também por toda a sociedade, esta ferramenta possibilita a resolução de conflitos de consumo de forma rápida e desburocratizada: atualmente, 80% das reclamações registradas no Consumidor.gov.br são solucionadas pelas empresas, que respondem as demandas dos consumidores em um prazo médio de sete dias.

O Consumidor.gov.br coloca as relações entre consumidores, fornecedores e o Estado em um novo patamar, a partir das seguintes premissas: transparência e controle social são imprescindíveis à efetividade dos direitos dos consumidores; as informações apresentadas pelos cidadãos consumidores são estratégicas para gestão e execução de políticas públicas de defesa do consumidor; o acesso a informação potencializa o poder de escolha dos consumidores e contribui para o aprimoramento das relações de consumo.

Por se tratar de um serviço provido e mantido pelo Estado, com ênfase na interatividade entre consumidores e fornecedores para redução de conflitos de consumo, a participação de empresas no Consumidor.gov.br só é permitida àqueles que aderem formalmente ao serviço, mediante assinatura de termo no qual se comprometem em conhecer, analisar e investir todos os esforços disponíveis para a solução dos problemas apresentados. O consumidor, por sua vez, deve se identificar adequadamente e comprometer-se a apresentar todos os dados e informações relativas à reclamação relatada.

A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça é a responsável pela gestão, disponibilização e manutenção do Consumidor.gov.br, bem como pela articulação com demais órgãos e entidades do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor que, por meio de cooperação técnica, apoiam e atuam na consecução dos objetivos do serviço.

 

A criação desta plataforma guarda relação com o disposto no artigo 4º inciso V da Lei 8.078/1990 e artigo 7º, incisos I, II e III do Decreto 7.963/2013.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

06/11 - Abrimos a coluna hoje com o badalada festa de 15 anos da Gabriela Zufo, filha única de Luciana e Maicon Zuffo, que não economizaram detalhes e organizaram noite esplendorosa sob a batuta do cerimonial Comemore, da Clesiane de Witt, para o debut da princesa. Na chácara Victória devidamente ambientalizada por Silvania Costa, eles receberam seus convidados em um noite emocionante e cheia de surpresas.Vestida por Attuale tecidos e produzida por Claudia Sartori Miotto, ela recepcionou seus convidados, e logo após em trajes de princesa, também by Attuale, ao som de Celine Dion, Beauty and the Beast, acompanhado pelo violinista da Cia Sinfônica, ela flutuou conduzida pelo pai no momento da valsa, que além de uma linda joia surpreendeu a herdeira cantando “Como é Grande meu Amor por você”. Homenagens dos pais, avós familiares e amigos traduzidas em perfeitas imagens feitas por Magna Video emocionaram os presentes. Elogiadas comidinhas da Mirian Avila circulavam pelo salão e os momentos foram adoçados com as receitas de Simone pardo. Convite para a balada e ponto alto da festa foi quando, Gabriela, saiu linda e soberana de um painel de led adequado pela banda Comunicason, com coreografia elaborada por Douglas de Souza. A noite ainda contou com apresentação surpresa do E-stringer, e logo após o dj Rodrigo Marques assumiu o comando das pick-ups. Tudo Perfeito! Confira os momentos eternizados pelas criteriosas lentes do fotógrafo e arquiteto, Marcelo Hollanda.

O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!