CULTURA /

Sexta-feira, 10 de Agosto de 2018, 07h:00

A | A | A

Média metragem inicia gravações em Primavera do Leste

A equipe fica na cidade até o dia 16, quando se encerra a primeira fase de produção do filme.


Imagem de Capa
Jaqueline Hatamoto

Teve início em Primavera do Leste no dia 02 de agosto, as gravações do média-metragem “Operação Ozônio”, do roteirista e cineasta Sebastião Moreira. O filme é produzido pela produtora Pimenta Brasil Filmes, reconhecida nacionalmente e já produziu diversos projetos voltados ao meio ambiente, como o documentário “Short Films Ambientais”, que fala sobre a preservação ambiental. A equipe fica na cidade até o dia 16, quando se encerra a primeira fase de produção do filme.

Marcelo Gomes, que é diretor de produção, explica que 80 por cento do filme deve ser gravado já nesta primeira fase. “Devemos voltar ainda este ano para gravar o restante para assim entrar em edição, a finalização está  prevista para o final deste ano e o lançamento deve ocorrer em 2019”, ressaltou.

Para a produção do filme Operação Ozônio foi previsto um orçamento inicial de R$ 900 mil, porém, através de parcerias e patrocínios, o média-metragem será produzido com qualidade cinematográfica, em um orçamento R$ 52 mil. De acordo Marcelo a captação de recurso tem sido a principal dificuldade encontrada pela equipe. “Reunir os recursos necessários tem sido um pouco difícil pois precisamos ainda mais do apoio para a finalização do projeto”, ressaltou.

Do valor arrecadado, R$ 30 mil são oriundos dos recursos do fundo do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, através de edital. Já os outros R$ 22 mil podem ser patrocinados por empresas privadas do município e região, que acreditam no projeto. Além disto, a coragem e determinação do cineasta Sebastião Moreira são fundamentais, pois foi quem buscou o apoio e contou com rifas confeccionadas pela Associação de Atores Arte Viva de Primavera do Leste.

O elenco do filme é formado por 38 atores estreantes, com idade entre 10 a 17 anos, que participam de projetos sociais do município. Dentre essas crianças, oito foram selecionadas para o papel principal, contando com a participação de mais quatorze atores adultos, dentre esses três atores conhecidos em âmbito nacional.

O roteiro futurista foi elaborado por Sebastião Moreira, que é diretor,  e contou com a consultoria do roteirista e escritor Geraldo Medeiros Jr., de São Paulo. A história é ambientada no ano de 2050. A trama gira em torno do desiquilíbrio ambiental, escassez de água, a poluição dos rios, do ar, e a falta de coleta seletiva do lixo. Um cenário apocalíptico tratado de maneira a deixar uma mensagem importante: nosso futuro está ameaçado pelos maus hábitos do nosso presente. 

Com o filme gravado e pronto para ser lançado ao público, o próximo passo será concorrer a prêmios em Festivais Nacionais e Internacionais de Cinema. Os jovens atores se comprometeram em debater em canais de televisão, jornais e escolas públicas/privadas sobre o filme e a mensagem central: o cuidado com o meio ambiente para assegurar um futuro de qualidade a todos.

 Além da direção de Sebastião, o filme tem como produtoras executivas as primaverenses Nadjan Pinho e Patricia Graciano e é produzido por  Marcelo Gomes e Ellen Bueno.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.