PRODUÇÃO /

Terça-feira, 12 de Junho de 2018, 07h:00

A | A | A

Imea eleva previsão de safra de milho em Mato Grosso

O volume resulta em oferta de 25,99 milhões de toneladas desde o estoque inicial


Imagem de Capa
Revista Globo Rural

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária elevou sua estimativa de produção de milho do Estado na safra 2017/2018 para 25,91 milhões de toneladas, ante 24,74 milhões de toneladas da projeção anterior, divulgada em dezembro do ano passado. Somado ao estoque inicial na temporada, de 90 mil toneladas, o volume resulta em oferta de 25,99 milhões de toneladas no período, 2,13% acima do projetado no último boletim.

A revisão foi publicada  e se justifica "por causa das condições climáticas mais favoráveis ao desenvolvimento das lavouras", conforme o Imea. O instituto fez a ressalva, porém, de que em razão do menor investimento em tecnologia e da perspectiva de uma área plantada menor que na safrinha de 2016/2017, a oferta mato-grossense de milho em 2017/18 será 14,71% inferior à da temporada passada.

A demanda pelo cereal do Estado projetada agora, de 25,89 milhões de toneladas, é 2,13% maior que a prevista em dezembro. Um dos motivos para o reajuste é a maior procura das usinas de etanol pelo produto do Estado, estimada pelo Imea em 5,23 milhões de toneladas na temporada.

O número previsto para as exportações estaduais, de 15,68 milhões de toneladas, continua menor que o da safra passada em 22,84%, mas supera as 15,58 milhões de toneladas estimadas pelo Imea em seu último levantamento. Além disso, o instituto projeta vendas para outros Estados do País de 4,98 milhões de toneladas, acima das 4,53 milhões de toneladas no ciclo 2016/17.

 

Safra 2016/2017

O Imea manteve sua projeção de oferta de milho de Mato Grosso da safra 2016/2017 em 30,47 milhões de toneladas, dada uma produção consolidada em 30,45 milhões de toneladas e estoque inicial de 20 mil toneladas. Mas elevou em 2,08% a estimativa de demanda, para 30,39 milhões de toneladas, em virtude da perspectiva de exportações de 20,32 milhões de toneladas “possibilitadas pela fluidez nas vendas durante os leilões públicos”.

O consumo interno em Mato Grosso também foi reajustado para 4,54 milhões de toneladas, por causa da maior demanda pelo cereal por usinas de etanol - no boletim de dezembro, a previsão era de 4,37 milhões de toneladas. Já a procura de compradores de outros Estados por milho mato-grossense foi revisada para 4,53 milhões de toneladas, contra 6,48 milhões de toneladas esperadas em dezembro.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

CDL - Primavera promove palestra voltada para as vendas

A palestrante convidada é Nubiana Oliveira, empresária com mais de 20 anos de experiência na área de vendas

Com apenas 13 anos, primaverense se destaca em campeonato estadual de Kart Cross

Camila Silveira se consagrou vice-campeã e foi a única mulher em todo o estado de Mato Grosso que participou e venceu a competição

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

CLUBE DO ASSINANTE

EMPRESAS PARTICIPANTES

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.