VIOLÊNCIA /

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2017, 07h:00

A | A | A

Em 2016, 24 pessoas foram assassinas em Primavera; anuário aponta que três pessoas foram mortas por dia em MT

No município, a região onde mais houveram homicídios registrados foram no Centro Leste


Imagem de Capa
Da Redação

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública apontou que em 2016 houveram 61.619 mortes violentas no país, ou seja, um total de sete pessoas assassinadas por hora, este é o maior número já registrado no Brasil. Em Mato Grosso, foram três pessoas mortas por dia, um total de 1.176, sendo o segundo estado mais violento da região Centro-Oeste. Já em Primavera do Leste foram 24 mortes registradas no ano. A pesquisa é feita pela organização sem fins lucrativos Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e coletou dados de todos os estados brasileiros.

A categoria que aponta que as Mortes Violentas Intencionais (MVI) no Brasil e em Mato Grosso corresponde à soma das vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais em serviço e fora. Sendo assim, a categoria MVI representa o total de vítimas de mortes violentas com intencionalidade. Ao que se refere de Primavera do Leste, os números foram baseados apenas nos homicídios e latrocínios registrados pela nossa equipe em 2016.

Das 24 vítimas assassinadas, a região onde mais houveram homicídios registrados foram no Centro Leste, com três crimes. Os bairros Primavera II, Castelândia e São Cristóvão também aparecem com dois registros em cada. 

 

A média de idade das vítimas é de 24 anos. E a forma mais utilizada para assassinar foi a arma de fogo. Doze mortes foram provocadas por tiro, cinco por esfaqueamento, duas por paulada e uma por estrangulamento. Apenas duas mortes não tiveram as causas reveladas.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.