OPORTUNIDADE /

Sexta-feira, 10 de Novembro de 2017, 07h:00

A | A | A

Corporação prevê concurso da PJC para 1200 vagas em MT

Ainda não foi feito nenhum comunicado oficial sobre a data exata da publicação do edital


Imagem de Capa
Ítalo Berto

Foi divulgado no Edital Concursos Brasil que a corporação da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso organiza a realização de mais um concurso público, desta vez para as carreiras de investigador e escrivão. Estão previstas 1.200 vagas ao todo, sendo 300 para escrivão e 900 para investigador. A estimativa é que o edital seja lançado ainda em 2017, com posse dos aprovados em 2018. Para concorrer será necessária formação em nível superior.

Ainda não foi feito nenhum comunicado oficial sobre a data exata da publicação do edital. A banca organizadora não foi definida. Mas, tendo em vista a urgência na contratação de novos servidores, o edital deve ser lançado em breve, tendo sequente período de abertura de inscrições e realização das provas.

As atribuição delegadas a um escrivão são: coleta e análise de dados de interesse da investigação policial, em assessoria e sob a designação da autoridade policial, assinar, por ordem, documentos que não sejam privativos da autoridade policial, dispostos em instrução normativa do Conselho Superior de Polícia, assessorar estudos para a execução de projetos de organização e reorganização da área policial; e efetuar prisões em flagrante e arrecadar instrumentos relacionados à prática de infrações penais. A remuneração prevista para o próximo edital é de R$ 4.741,59.

Já o investigador tem como obrigação: proceder à coleta e análise de dados, informações e conhecimento de interesse da investigação policial, em assessoria e sob designação da autoridade policial; realizar intimações e notificações; efetuar prisões em flagrante e arrecadar instrumentos relacionados à prática de infrações penais, de acordo com as disposições legais; e efetuar o registro de ocorrências policiais. Para este cargo a remuneração prevista também é de R$ 4.741,59.

Conforme o Edital Concurso Brasil, o Estado de Mato Grosso carece de 900 investigadores, 125 delegados, 300 escrivães e, ainda, efetivo de 1300 servidores para Bombeiros e Polícia Militar.

O investimento em Segurança Pública em Mato Grosso também compreende a aquisição de 650 viaturas, reestruturação de 14 delegacias e o esforço na contratação de 100 delegados classificados no último concurso, que no momento encontra-se suspenso até o dia 8 de janeiro, para que o Ministério Público (MPE) e a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) apurem a suspeita de violação dos lacres de envelopes contendo as provas.

 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

Governo do Estado realiza repasse de mais de R$ 8 milhões para Primavera

Valores são referentes a ICMS, IPVA, Fethab, FPM e IPI

Finais do Campeonato Amador de Futebol serão neste sábado

Três jogos movimentarão o Estádio “O Cerradão”

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

CLUBE DO ASSINANTE

EMPRESAS PARTICIPANTES

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
14.12.2018 - 10h22
14.12.2018 - 10h04
14.12.2018 - 10h03
14.12.2018 - 09h58
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.