ECONOMIA /

Sábado, 11 de Novembro de 2017, 07h:00

A | A | A

Alemanha pagará R$ 65 mi por redução de desmatamento em MT; Governador discute incentivos no país

A cidade européia recebe lideranças políticas de 190 países para a Conferência da ONU


Imagem de Capa
Assessoria de Imprensa

O Ministério Alemão para tratar de detalhes da cooperação técnica e financeira deverá destinar 17 milhões de euros – ou R$ 65 milhões – para a implantação do Programa Global REDD Early Movers (REDD para Pioneiros – REM) em Mato Grosso. O projeto paga por resultados no combate ao desmatamento e deverá beneficiar o Estado graças a uma redução de mais de 80%, na última década. Além do incentivo, custeado pelo Banco de Desenvolvimento Alemão KfW, o governador Pedro Taques (PSDB), também discute reformas fiscais em Bonn, na Alemanha.

A cidade européia recebe lideranças políticas de 190 países para a Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Clima. Na pauta de interesses para o Estado também está a discussão o banco MLW o financiamento de equipamentos para a segurança de Mato Grosso. As agendas do dia também contarão com a participação do secretário e vice-governador Carlos Fávaro, bem como da delegação estadual, composta por 17 pessoas.

De acordo com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) no dia 12, no período da tarde e à noite, Taques participa de três atividades, a primeira delas acompanhado dos secretários da Sema, André Baby (executivo) e Alex Sandro Marega (gestão ambiental), uma mesa redonda sobre o ‘desenvolvimento de baixas emissões em regiões de florestas tropicais’. A segunda é voltada para financiamentos para conservação ambiental; e ainda um jantar com as principais autoridades governamentais.

Para o governador, que segue de uma agenda na China para a Alemanha, participar do evento é de extrema importância para ratificar as metas firmadas por Mato Grosso na COP 21, em Paris, em dezembro de 2015, e que incluem o desmatamento ilegal zero até 2020.

“Esse é um momento de nos unirmos às grandes lideranças mundiais para debater a cooperação e o financiamento internacional para a promoção do desenvolvimento sustentável na Amazônia, porque a política pública voltada para este fim exige investimentos e o Estado não tem meios de fazer esse enfrentamento sozinho”, frisa Taques.

Mato Grosso foi responsável por 20% de todo a devastação detectado na Amazônia no último ano, segundo análise do Instituto Centro de Vida, com base nos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) recentemente. Quase 90% dos mais de 1,3 mil km² de florestas desmatadas entre agosto de 2016 e julho de 2017 não tinham autorização do órgão ambiental.

 

AMAZON-BONN

Na terça-feira, dia 14, será realizado um evento importante para os governadores da Amazônia: Amazon-Bonn, que debaterá das 8h às 18h, a cooperação e o financiamento internacional para a proteção das florestas, o enfrentamento da mudança climática e a efetivação da política de desenvolvimento sustentável para a região que compreende nove estados. O ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, participará da mesa de abertura juntamente com o representante do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, o governador do Pará, Simão Jatene.

Também integram a lista de participação diversas instituições e órgãos internacionais, entre elas, o governador Pedro Taques e o vice-governador Carlos Fávaro, governadores de outros estados da Amazônia, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Força-tarefa de Governadores para Clima e Florestas (GCF), embaixada da Noruega no Brasil, Banco Mundial e Ministério da Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha (BMZ).

A assinatura do acordo de cooperação entre Mato Grosso, Acre, Fundo Amazônia e o KfW será realizado às 10h. Um painel será conduzido durante a manhã, no Museu de Arte Bonn, pelos governadores Pedro Taques e Tião Viana, do Acre. O objetivo é mostrar a importância da Amazônia para o equilíbrio climático mundial. Já entre 12h30 e 13h, haverá uma reunião com o ministro do Meio Ambiente da Noruega, Vidar Helgesen e os governadores do Acre, Pará e Mato Grosso. O vice-governador Carlos Fávaro também participará.

 

EM LONDRES

Com a proposta de atrair mais investimentos para o Estado, Fávaro conduzirá uma agenda na capital da Inglaterra e do Reino na quarta-feira, dia 15, a partir das 14h30, com o tema voltado para negócios sustentáveis e sua relação com o fim do desmatamento. Para o vice-governador, esta é uma agenda muito importante porque visa mostrar para investidores, doares e compradores a importância de fomentar o plano de desenvolvimento sustentável para a Amazônia. A proposta é garantir mais 27 milhões de euros – R$ 100 milhões – em recursos para Mato Grosso.

Comitiva do Governo de Mato Grosso: participarão pela Sema André Baby, Alex Sandro Marega e o assessor chefe, Rodrigo Quintana; os demais integrantes são do Gabinete de Comunicação, Gabinete do Governador, Casa Militar, Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Procuradoria-Geral do Estado (PGE), PCI e Projetos Municípios Sustentáveis.

 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

CACC promove jantar dançante em alusão ao Novembro Azul

Os convites são comercializados a R$ 200 (casal) e o jantar será realizado no Salão Paroquial, a partir das 20h.

Festival de pesca esportiva é oficializado no município como mais um mecanismo para incentivar o turismo

Além dos competidores estima-se que 400 pessoas passaram pelo local

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

CLUBE DO ASSINANTE

EMPRESAS PARTICIPANTES

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
16.11.2018 - 08h43
16.11.2018 - 08h40
16.11.2018 - 08h38
16.11.2018 - 08h35
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.