TRÂNSITO /

Quinta-feira, 12 de Outubro de 2017, 07h:00

A | A | A

Primavera do Leste é primeira cidade do país a ter faixa de pedestre em 3D

A sinalização irá passa por fase de testes, e posteriormente este sistema poderá ser aplicado em outros pontos estratégicos da cidade.


Imagem de Capa
Pérsio Souza

Duas faixas de pedestres em três dimensões (3D), foram pintadas na Avenida Campo Grande, próximo a uma hamburgueria, nesta terça-feira (11). A sinalização irá passa por fase de testes, e posteriormente este sistema poderá ser aplicado em outros pontos estratégicos da cidade. Apenas a China, Índia, Geórgia e Islândia utilizam está técnica. Desta forma, Primavera do Leste se torna a primeira cidade do país a ter faixa de pedestre 3D.

De acordo com o responsável pela Coordenação Municipal de Trânsito e Transportes Urbanos (CMTU), Thiago Lima, a princípio foram pintadas apenas duas faixas como modelos de teste. “Precisamos saber se ela traz um resultado positivo e a qualidade. Caso sejam resultados positivos, iremos aplicar em outros pontos estratégicos da cidade, onde há um grande fluxo de veículos e pessoas”, explica.

Sobre a durabilidade das faixas, o coordenador diz que a tinta utilizada para pintar a sinalização 3D, é a mesma aplicada nas outras faixas de pedestre, portanto, não pode garantir uma durabilidade maior, pois ainda é fase de teste.

Thiago afirma que com está a técnica 3D, o motorista tem uma sensação de elevação, além de ter uma percepção maior da sinalização. “O condutor conseguirá enxergar a faixa de uma distância maior, pois ela dá um efeito de estar elevada”, esclarece.

O coordenador alerta para que os condutores respeitem as velocidades nas vias, a sinalização e principalmente o pedestre.

 

TÉCNICA 3D

A equipe do jornal O Diário realizou uma pesquisa e de acordo com os dados levantados, apenas a China, Índia, Geórgia e Islândia haviam aplicado a técnica 3D em faixas de pedestres. A ideia é usar a ilusão de óptica como um fator a mais para fazer o motorista reduzir a velocidade e permitir a passagem dos transeuntes.

Vale ressaltar que ainda não há nenhum estudo que comprove a eficácia das faixas de pedestre 3D, porém, segundo informou a agência de notícias chinesa Xinhua, em Chengdu, pedestres notaram que os veículos passaram a parar mais na faixa com a pintura tridimensional.

 

QUALIDADE DA TINTA

O atual coordenador da CMTU, Thiago Lima, relata que a faixa de pedestre 3D, foi pintada com a mesma tinta que são utilizadas nas outras. Além disto, estão sendo utilizados os produtos que já estavam disponíveis desde a gestão passada.

Vale ressaltar que, em maio deste ano, a Secretaria Municipal de Infraestrutura junto a CMTU, realizou a pintura da faixa de pedestre na Avenida São João, na frente da Escola Alda Alda Gawlinski Scoppel, porém, nossa equipe constatou que 60% da faixa estava apagada em apenas oito dias.

Na época entramos em contato com o coordenador responsável, Romualdo Bispo, e ele havia afirmado que a durabilidade foi pouca, pois era necessário esperar até oito horas para secar.

Bispo ainda disse que que a tinta utilizada para a pintura das faixas é a correta, mas que a solução para os principais pontos com fluxo de veículos, seria utilizar uma que é mais cara, a termoplástica.

 

EM QUAL FAIXA O MOTORISTA DEVE PARAR?

A  preferência ao pedestre não é absoluta, como alguns pensam. Embora exista uma regra de responsabilidade, segundo a qual os condutores de veículos são responsáveis pela segurança dos pedestres (artigo 29, § 2º, do CTB), o próprio Código também prevê as situações em que, efetivamente, os pedestres terão a prioridade de passagem na via: quando estiverem realizando a travessia nas faixas delimitadas para esse fim, ou seja, quando já estiveram atravessando e em alguns casos o pedestre deve sim aguardar para atravessar.

Segundo o CTB, existem dois tipos de faixa a de pedestre e a de segurança, a faixa de pedestre, é a que tem uma linha transversal na frente (modelo 1), nestas o motorista é obrigado a parar caso o pedestre esteja aguardando. Já nas faixas de segurança (modelo 2), o pedestre não tem a preferência e deve apenas atravessar quando tiver certeza que é seguro.

 

Modelo 1 e 2

 

 

 

ACIDENTES NA FAIXA DE PEDESTRE

Em dezembro de 2016, Lindamir Caetano Purin, 61, morreu após ser atropelada enquanto atravessava a faixa de pedestre, na Avenida Cuiabá. Ela chegou a ficar 13 dias internada, mas não resistiu aos ferimentos.

Na época, o condutor do veículo disse que não viu a vítima, pois no momento em que fazia a conversão, olhou para o outro lado.

Já em setembro deste ano, outra idosa que não foi identificada, foi atropelada enquanto atravessa a faixa de pedestre, na Avenida Minas Gerias com a Rua Piracicaba. A vítima teve apenas ferimentos leves.

Neste caso, a imprudência foi do condutor de um veículo Gol, que seguia pela via e colidiu na traseira de um Honda Civic, que havia parado para a vítima atravessar a faixa de pedestre.

Conforme a agentes da CMTU, acidentes assim acontecem quando os motoristas estão acima da velocidade permitida e não percebem que o veículo da frente parou. A recomendação é prestar mais atenção para o trânsito e apesar de não ser uma obrigação, ligar o pisca alerta quando for parar para alguém atravessar na faixa, serve como alerta.

2 Comentário(s)
Isso significa maior custo com qualidade de tinta inferior, precisamos fiscalizar o cumprimento das leis de trânsito, os fiscais fazem vista grossa em várias situações aptas a multas, meramente por questões ligadas ao poder aquisitivo do condutor, isso é fato e realmente ocorre, já presenciei duas situações. A LEI é para ser cumprida de forma igualitária à todos os condutores, quanto a tinta basta procurar responsáveis do DENIT para verificar MARCA da tinta utilizada na pintura nas rodovias, el dura anos no asfalto, porque não duraria dentro de cidades????? ALGUÉM APTO A RESPONDER MINHA DÚVIDA como cidadão que paga seus impostos ou aplicar a expressão " QUEM CALA CONCENTE" ???
enviado por: Flavio em 12/10/2017 às 08:33:02
2
 
0
responder
Primeira cidade do Brasil, KKKKkkkk, isso já vi em São Paulo, Paraná, Rio Grande do sul é Rio de Janeiro, detalhe e não em capitais vi em cidades bem menores que Primavera, é que o povo de Primavera se acham os bambambans, se acham os melhores em tudo, só que estão muito atrasados e a gestão que teve 7 meses acabou com a cidade.
enviado por: António em 15/10/2017 às 19:03:41
0
 
0
responder
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!