EDITORIAL /

Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2017, 15h:39

A | A | A

Trump e sua caneta

Mas a prepotência e ignorância não é apenas um privilégio de Trump, aqui mais ao sul do hemisfério crimes são cometidos por imbecis com a caneta


Desde o anúncio da vitória do empresário milionário Trump nas eleições presidenciais nos Estados Unidos o mundo estava avisado que muita novidade aconteceria.

O presidente da maior potência econômica do mundo mal assumiu e já causou constrangimentos. Dono de uma personalidade inconstante e de ideias de seu século, parece não ter percebido que os tempos hoje são outros. Tenta a todo custo apagar ou borrar tudo o que o antecessor deixou.

Agora, com uma justificativa pífia resolve apagar com gasolina o fogo do preconceito religioso. Proibindo a entrada de pessoas de sete países de maioria muçulmana. Isso sem falar no muro pavoroso para separar Estados Unidos do México evitando a entrada de imigrantes ilegais.

O semideus da América esqueceu que quem construiu a fortuna do país foram os imigrantes, principalmente latinos, que foram para o seu país em busca de vida melhor se sujeitando a fazer o que os norte-americanos se recusam.

Fora as outras ideias retrogradas que não cabem mais no mundo para o líder de um país.

Todo  movimento mundial para que as pessoas respeitem as diferenças e aprendam a conviver não tem efeito sobre o presidente que se comunica pelas redes, debochando das instituições oficiais.

Mas a prepotência e ignorância não é apenas um privilégio de Trump, aqui mais ao sul do hemisfério verdadeiros crimes também são cometidos por imbecis com a caneta. Gente que se diz superior e não tem vergonha de matar milhares afanando dinheiro que deveria servir para a população.

Gente fria e dissimulada que passa a vida jurando trabalhar pelo povo. Só se for da casa dele.  Sérgio Cabral começou filhotinho se elegendo vereador, depois deputado quando aprendeu a fazer suas maracutaias e foi aumentando o leque de contravenções e de parceiros. O principal deles preso ontem. Que passou de oitavo homem mais rico do mundo para mais um detento de Bangu 9, porque com toda a sua empáfia não concluiu ensino superior. Saiu do avião para a penitenciária. E esperamos que abra a boca e conte tudo o que ainda não sabemos sobre figurões que a cada quatro anos apertam mãos e lavam nosso dinheiro.

A diferença entre os corruptos brasileiros e Trump é que enquanto os primeiros querem dinheiro o segundo quer brincar de ser deus e não passa de um homem birrento que se não fosse presidente seria considerado louco.

A grande verdade é que nos faltam bons líderes. Não temos mais quem apostar nossas fichas sem nos decepcionarmos. E não estamos formando bons cidadãos. O que dizer de uma geração que morre sem o sinal wi-fi?

 

 

1 Comentário(s)
De prepotente nada tem, tem sim, amor ao povo americano e patriotismo de não deixar a bela América não se libanizar . O Líbano era considerado a princesa do Oriente Medio, um estado Cristão, e hoje com a Islamização o Pais virou nada, só guerra e escombros. A próxima é a pequena e bela Bélgica, vai virar terra de guerra; Inglaterra já saiu da CE por causa disso, a Europa quer os fugitivos de guerra porque são mão de obra barata; mas juntamente com 10.000 coitados, vem 20 terroristas. Trump certíssimo !!!!!
enviado por: Osny Oliveira em 06/02/2017 às 13:29:22
0
 
0
responder
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.