EDITORIAL /

Quinta-feira, 16 de Março de 2017, 07h:17

A | A | A

Refletindo sobre o problema

Cabe a nós, às vezes, pensar: para que transporte, para que ir para outro bairro estudar se no meu bairro tem escola?


Imagem de Capa
Da Redação

Uma coisa é fato, quando estamos acostumados com uma coisa, fica difícil desacostumar, ainda mais quando a comodidade é gratuita.

Todo ano é a mesma coisa, início das aulas e a incerteza: Vai ter ônibus ou não para os alunos do ensino médio? A pergunta quem faz são os que moram nos bairros mais afastados e que todos os dias vêm para o centro estudar, mesmo no bairro tendo escolas e vagas.

Esse problema do transporte é antigo. Há tempos o Tribunal de Contas e o Ministério Público vêm alertando os gestores municipais sobre o risco de se transportar os estudantes do estado à custa do município. Não é, e nem nunca foi responsabilidade do município.

Mais você pode estar se perguntando: “Mais por que “carregou” até o ano passado?” A resposta é simples! O gestor não aguenta a pressão popular e faz, mesmo sendo errado, dá um “jeitinho brasileiro” e leva, contraria a lei. O cidadão fica feliz, mais quem perde é esse mesmo cidadão, pois isso é uma obrigação do Estado.

E o cidadão pressionar o município para que continue fazendo o que é errado, é estar, de certa forma, concordando que o dinheiro que ele paga para que o Estado lhe forneça o serviço seja utilizado em sabe-se lá o que.

Mas também cabe a nós, às vezes, pensar: para que transporte, para que ir para outro bairro estudar se no meu bairro tem escola?

Se mesmo assim houver a necessidade de sair do bairro, a solução é simples e está na matéria acima: exigir da direção da escola que solicite para Secretaria estadual o transporte. Por que a prefeitura, ao que tudo indica, não o fará!

 

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!