FALTA SERVIDOR /

Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018, 18h:05

A | A | A

Papiloscopista nomeada em concurso para Primavera não se manifesta

Desta forma o município continua a contar com apenas uma servidora


Imagem de Capa
Pérsio Souza

Em julho deste ano, o Governo do Estado nomeou uma concursada para ocupar o cargo de papiloscopista no Instituto Médico Legal (IML) de Primavera do Leste, já que o local só possui apenas uma servidora e estagiária para atender toda a demanda do município, no entanto, a candidata desistiu da posse. Agora, a Secretaria de Estado de Gestão dá andamento para a nomeação do próximo da lista.

A candidata nomeada realizou o concurso em março do ano passado, e o resultado foi divulgado em dezembro de 2017. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) já havia solicitado a nomeação de candidatos classificados, conforme processo n.º 692047/2017, porém, a demora na nomeação é que o ato de dependia da atuação governamental.

Após a nomeação, o candidato possui 30 dias para demonstrar interesse ao cargo.

No entanto, o Governo do Estado apenas publicou o ato governamental sem feito no Diário Oficial do Estado, na terça-feira (16), três meses depois da convocação.

Apesar da Secretaria de Gestão já estar dando andamento para a nomeação do próximo candidato, a convocação ainda terá que ser publicada no Diário Oficial e a pessoa terá o prazo de 30 dias para assumir.

Enquanto isto, Primavera do Leste continua com apenas uma servidora e os processos continuarão demorados.

A única servidora de papiloscopia do município é responsável pela coleta de dados para confecção do Registro Geral de Identificação (RG), coleta de impressões na Medicina Legal através da Necropapiloscopia e ainda, faz atendimento de identificação Criminal de Reeducandos (presídios) e indiciados no momento do procedimento criminal nas delegacias.

No Estado de Mato Grosso são pouco mais de 100 servidores que atuam na área, sendo assim há o acumulo de serviço, falta de estrutura e o não chamamento dos aprovados nos últimos concursos já fez com que a classe optasse pela paralisação dos trabalhos e demais manifestações.

Os cargos estão sendo nomeados mediante a disponibilidade de vaga, seja em decorrência de aposentadoria ou outras vacâncias previstas em lei. Isto é devido crise vivenciada pelo Estado, e consequentemente o contingenciamento orçamentário, conforme alega o Estado.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

MAIS Primavera Do Leste

CPI que investiga Águas de Primavera tem prazo prorrogado

Comissão deveria ter sido encerrada hoje (26). O novo prazo é de mais 90 dias

Alagamentos voltam a ser registrados; inclusive em pontos que já passaram por obras

Locais que nunca alagaram também foram prejudicados.

MAIS LIDAS NO CLIQUE F5

MAIS LIDAS MATO GROSSO


Abaixo reportagens especiais e exclusivas para os assinantes do Jornal O Diário

CLUBE DO ASSINANTE

EMPRESAS PARTICIPANTES

Nome ou atividade:

Bairro ou logradouro:

Produto:

Buscar em:

Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.