ARTIGO /

Segunda-feira, 14 de Agosto de 2017, 14h:55

A | A | A

Para toda ação, existe uma reação

A Ostra foi desafiada por um intruso, ela tinha duas opções, ou aceitava e dividia sua concha e ficaria exposta a todo e qualquer risco, ou saia de sua zona de conforto


Imagem de Capa
Jean Carlos

Como não se deslumbrar com a beleza de uma jóia de pérola, um colar, um brinco ou um pingente, uma jóia cobiçada por muitos, mas acessível á poucos devido seu alto valor de mercado. Mas de onde vêm as pérolas e como são fabricadas? Acredito que seja de conhecimento de muitos que a pérola é o resultado da reação de defesa causada por uma Ostra, quando algum parasita ou grão de areia entra na concha da Ostra no intuito de se alojar, ao se sentir ameaçada a Ostra libera uma substância conhecida como madrepérola ou nácar, essa substância cristaliza rapidamente no formato de uma esfera isolando o intruso que representava perigo para a Ostra, com isso após a Ostra superar esse desafio, somos agraciados com uma bela jóia conhecida como pérola.
A Ostra foi desafiada por um intruso, ela tinha duas opções, ou aceitava e dividia sua concha e ficaria exposta a todo e qualquer risco, ou saia de sua zona de conforto e o confrontaria estando isenta dos prováveis riscos oferecidos pelo intruso. Percebemos que a Ostra decidiu sair de sua zona de conforto e que consequentemente resultou em uma jóia, associando a Física entramos na terceira lei de Newton que diz, “para toda ação, existe uma reação de mesmo valor, mesma direção e sentido oposto”, trazendo isso para o nosso cotidiano, percebemos que temos um desafio ou até mais de um todos os dias e que temos a opção de escolha entre ser vencido ou vencer o desafio, contudo seguindo as leis da física, sabemos que nossa reação nos levará para o sentindo contrario ao qual o nosso desafio nos propôs ficar se nenhuma reação for expressa.
Certa vez o ex-presidente americano Abraham Lincoln disse, “O êxito da vida não se mede pelo caminho que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho.” Independentemente qual seja seu desafio, o importante sempre será sua atitude de querer vence ló, jamais considere os tombos, os tropeções do decorrer da jornada, mas considere as vezes que se levantou ergueu a cabeça e prosseguiu, por que isso é sair da zona de conforto a fim de superar os desafios, isso tem que ser algo inerente a você, algo que ao se levantar pela manhã já esteja decidido a romper e superar as dificuldades.
 Sabemos que em tudo que decidirmos fazer já temos o “não” como uma resposta obvia antes mesmo de fazer, mas resta a nós aceitar esse “não” com receio da frustração ou ir atrás do “sim” e conseguir êxito no sonho realizado, no emprego conquistado, isso se aplica em todas as áreas, profissional, sentimental, financeira, emocional, o sucesso alcançado, o reconhecimento, a satisfação profissional, tudo isso será consequência da nossa atitude de querer vencer os desafios, resultado da nossa tomada de decisão em sair de nossa zona de conforto, por que para toda ação, existe uma reação.

 Jean Carlos -

Licenciado em Ciências da Natureza

 - Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT)

 

2 Comentário(s)
Foi uma leitura prazerosa.. Parabéns pelo artigo
enviado por: Adriana em 04/08/2017 às 17:18:04
0
 
0
responder
Belas palavras !!!
enviado por: Sandro Lucio Gomes de Souza em 09/08/2017 às 11:11:31
0
 
0
responder
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!