ARTIGO /

Segunda-feira, 09 de Abril de 2018, 17h:06

A | A | A

Lutas diárias!

crescemos ouvindo que a única coisa que não tem saída é a morte e mesmo assim nos desesperamos com algumas situações que nos faz esquecer esse detalhe


Imagem de Capa
Jean Carlos

Provavelmente você já deve ter ouvido a frase “estou matando um leão por dia”, todos nós temos nossas lutas diárias, isso faz parte de nossas particularidades e por esse motivo sempre consideramos o nosso problema como sendo o maior do que dos outros, mas quando paramos para conversar com alguém que externe a situação que está passando podemos perceber que por mais que achamos o nosso problema grande, sempre existe alguém que está em uma situação muito pior do que a nossa. Algumas semanas atrás escrevi um artigo com o tema “O fundo do Poço”, o texto nos leva a refletir sobre as possibilidades positivas que podemos ter em estar no fundo do poço, já esse artigo nos leva a refletir que se você se sente no fundo do poço, ao observar em sua volta, poderá ver que existem pessoas que possam estar enfrentando um poço muito mais profundo que o seu, tem uma frase de Caio Fernando de Abreu que diz: “Continue andando, enfrente seus problemas de cara, reaja, vá, está pensando que é só você que sofre?”
Talvez o maior problema seja justamente acharmos que o nosso problema seja o fardo mais pesado, isso nos deixa sem direcionamento para encontrar a solução e entramos no desespero de tal forma em achar que não tem saída e nos isentamos de procurar a luz no fim do túnel, crescemos ouvindo que a única coisa que não tem saída é a morte e mesmo assim nos desesperamos com algumas situações que nos faz esquecer esse detalhe.

Mas se estiver difícil encontrar a saída considere a frase Paulo Lopes que diz: “Quando não conseguir encontrar uma saída para seus problemas, procure a entrada.

Ao menos se não descobrir como sair, vai perceber o erro que cometeu ao entrar. ”
Entender o ponto de partida da fatídica situação nos ajuda na compreensão para alcançar sem muitas de longas a solução, claro que mesmo sendo uma situação onde queremos sair o mais rápido possível, temos que extrair todas a informações desta situação para não passar por ela novamente e entender o propósito do que foi vivido, como nada é por acaso não podemos nos lamentar de tudo, Renato Russo dizia: “Quando tudo nos parece dar errado, acontecem coisas boas que não teriam acontecido se tudo tivesse dado certo.” , então é importante compreender que cada segundo tem o tempo suficiente para mudar toda uma história então temos que pensar positivo, mas veja bem, as soluções não irão aparecer apenas pelo fato de estar com o pensamento positivo, tomar atitudes também é importante, e outra coisa muito importante, é saber que todos nós passamos por situações difíceis e todos temos  nossas lutas diárias.

1 Comentário(s)
Parabéns Jean como sempre admirável seu artigo k bom se todos conseguem tirar proveito dessas leituras
enviado por: Olga iolanda em 09/04/2018 às 17:56:33
1
 
0
responder
Edição impressa
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!