Segunda-feira, 14 de Maio de 2018, 07h00
INFRAESTRUTURA
Poder Público investirá R$ 1,5 mi para pavimentar via de acesso
Com período da seca, acidentes já começam a ser registrados

Jaqueline Hatamoto

Com mais de cinco quilômetros a estrada que liga o Bairro Primavera III ao Tuiuiú, é a muito tempo motivo de reclamação e cenário de constantes acidentes. A falta de pavimentação coloca em risco a vida de condutores, ciclistas e pedestres que precisam utilizar da via para encurtar o caminho entre os dois bairros mais populosos da cidade. O motivo de tanta reclamação no período da seca é a poeira que invadem também as casas próximas ao local.

Na semana passada um acidente foi registrado no trecho e os motoristas alegaram que a falta de visibilidade devido a poeira foi o motivo da colisão. Os moradores e quem precisa circular pela via pede mais atenção do Poder Público e que a estrada que existe há mais de 10 anos seja pavimentada. “Entra ano sai ano, entra político, sai político e nós ficamos só com a promessa de que o asfalto vai chegar, mas não chega. Enquanto isso vamos vivendo em meio a poeira”, disse um morador da região que pediu para não ser identificado.

Em contato com a Prefeitura para saber quando a via será pavimentada, fomos informados via nota enviada pela Assessoria de Imprensa, que a licitação para escolha da empresa que fará o asfaltamento já está em andamento. O valor orçado para a obra é de R$ 1,5 milhão e parte da pavimentação deve ser feita por uma loteadora que irá criar um novo conjunto habitacional no local. De acordo com a nota há também uma área que precisará ser desapropriada e o trâmite exige um tempo para ser concluído.

Enquanto as obras não começam, o Poder Público, através da Secretaria de Infraestrutura está molhando a via para diminuir a poeira.

 

Confira a nota na íntegra

A Prefeitura de Primavera do Leste possui projeto para a pavimentação da estrada que liga o Tuiuiú e a região do Primavera III.

O processo licitatório está em andamento. Para que as obras tenham início, é necessário aguardar os trâmites legais, como a desapropriação da área e aprovação do projeto pela Câmara Municipal.

É importante ressaltar que a estrada compreende aproximadamente cinco quilômetros, porém, parte dela passa por uma área que será loteada. Este trecho será pavimentado pelo loteador.

Após o asfaltamento por parte do loteador e os trâmites legais, a prefeitura deve investir cerca de R$ 1,5 milhão com a obra, asfaltando aproximadamente quatro quilômetros da estrada.

Enquanto isso, servidores da Secretaria de Infraestrutura molham a estrada, principalmente na região do aeroporto e das residências, com o objetivo de reduzir a poeira e, consequentemente, os riscos de acidentes.


Fonte: Clique F5
Visite o website: http://cliquef5.com.br