Quarta-feira, 02 de Novembro de 2016, 10h45
Tattoo
Tattoo de tabu a modernidade!
Apesar da popularizaĆ§Ć£o da tatuagem o preconceito ainda persiste

Elaine Sampaio

Hoje resolvi falar sobre tatuagem. Ela surgiu nos anos 60, nos países europeus e nos Estados Unidos. Época em que a tatuagem era vista como um ato apenas da classe social baixa, criminosos e prostitutas.

Mas isso tudo mudou, pois hoje podemos ver pelas ruas, em festas e até mesmo pela televisão pessoas de todos os níveis sociais e profissões. Claro que ainda há discriminação, principalmente por parte das pessoas mais velhas, que viveram com outros costumes. Apesar da popularização da tatuagem em todos os segmentos da sociedade, o preconceito ainda persiste e impõe barreiras.

Você deve estar se perguntando: Porque as pessoas se tatuam?

Quando uma pessoa faz uma tatuagem, ela quer se expressar, mostrar sua identidade.

Para saber dessa arte em desenhar no corpo, fui conversar com uma profissional que me deu algumas dicas de como fazer uma tatuagem com segurança.

Pamela Denise Meneghetti é uma tatuadora muito conhecida em Primavera do Leste e iniciou a técnica de desenhar no corpo humano aos 21 anos.Ela conta que para se fazer uma tatuagem é necessário ter no mínimo 18 anos e saber cuidar da arte após sua realização.

“O primeiro passo é escutar seu tatuador! Faça tudo o que ele recomendar, esse é o passo mais importante. A tatuagem não depende só do artista, 30% do trabalho está na forma como você cuida; se não cuidou como devia, sua tatuagem fica apenas 70% como deveria ficar. Cada organismo reage de maneira diferente, referente a cicatrização, porque tattoo é um ferimento, que precisa de um cuidado especifico, há aqueles que cicatrizam de maneira muito rápida, devido as plaquetas e glóbulos brancos reagirem de imediato para a cicatrização do ferimento”, explica a tatuadora.

Pamela fala sobre os cuidados que precisam ser tomados ao decidir fazer uma tatuagem, pois ela será para sempre.

“A higienização é primordial. Lave sua tatuagem com sabonetes assépticos (protex ou algum outro do gênero), para evitar colônias de fungos e bactérias, evite lavar com agua quente ou muito fria, tem que estar em temperatura ambiente para que os tecidos que estão se renovando não sofra nenhum choque térmico, sendo assim, não sofrerá retardamento no processo de cicatrização do tecido dérmico.  Evite deixar sua tatuagem seca, esse é também um dos fenômenos que retardam a cicatrização, o fato de deixar a tatuagem seca decorre a criação de crostas, vulgo casquinha, podendo danificar a sua tatuagem. O uso da pomada é de no mínimo três vezes ao dia, espalhando uma camada fina sobre a área tatuada, deixando ela úmida e hidratada. Evite alguns alimentos, uma boa alimentação é tão importante quanto os cuidados do ferimento. A carne de porco e derivados, o ovo, o camarão, carne de pato e entre outros, são classificados como alimentos remosos,( por conter auto teor de proteínas e gordura animal), sendo assim, quando estas duas substâncias entram na corrente sanguínea e invadem os mastócitos (células responsáveis pelas reações alérgicas), os anticorpos contra-atacam os invasores com disparos de histamina, porém os mastócitos acabam estourando e expelindo as células da histamina, ao chegar a pele a histamina provoca coceira e inflamação", explica a tatuadora.

"Meu ramo é o preto e cinza, realismo, maori, ornamental, dotwork, neotradicional, geométricas, escritas e tatuagens femininas e aquarela", finaliza Pamela.

Caso você tenha a intenção de fazer uma arte em seu corpo, essas são as dicas:

Escolha bem o seu artista, não procure por preço, preço não define qualidade, procure arte, isso é o que pode definir como quer sua tatuagem, pesquise ideias e estilos de tatuagens, esse meio se renova todo dia.

 

 

 

 

Pamela

 

Pamela

 

Pamela

 

Pamela

 

Pamela

 

 

 

 


Fonte: Clique F5
Visite o website: http://cliquef5.com.br