Política Nacional /

Domingo, 15 de Abril de 2018, 10h:16

A | A | A

Geraldo Alckmin deixa governo de São Paulo com aprovação de 36%, diz Datafolha

Reprodução/Twitter Geraldo Alckmin deixou o governo de São Paulo para disputar a Presidência da República na eleições deste ano O ex-governador...


Imagem de Capa
Geraldo Alckmin deixou o governo de São Paulo para disputar a Presidência da República na eleições deste ano
Reprodução/Twitter
Geraldo Alckmin deixou o governo de São Paulo para disputar a Presidência da República na eleições deste ano

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), que deixou o comando do estado para disputar a Presidência, foi avaliado com um índice de aprovação de 36%, de acordo com a pesquisa do Instituto Datafolha, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo neste domingo (15).

Leia também: Maioria acha que prisão do ex-presidente Lula foi justa, aponta Datafolha

Já os eleitores paulistas que classificaram o governo de Alckmin como ruim ou péssimo representam 22% dos entrevistados, enquanto a maioria, 40% acham o mandato foi regular.

Para compor o levantamento, o Datafolha fez 1.954 entrevistas entre 11 e 13 de abril, em 68 cidades. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.

Segundo a pesquisa, a situação do tucano é pior do que em 2006, quando também renunciou o cargo como governador para lançar sua candidatura ao Palácio do Planalto.

Naquela ocasião, quando ele foi derrotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a aprovação de Alckmin era de 66% dos eleitores do estado. Apenas 6% achavam que a gestão era péssima ou ruim.

No entanto, a situação não mudou muito do que foi apontado quando foi avaliado em dezembro do ano passado, quando o governo era considerado bom ou ótimo por 34% dos entrevistados e 25% achavam a gestão ruim ou péssima.

Em comparação com 2015, quando a popularidade do tucano despencou em um cenário de crise hídrica e protestos contra reforma do sistema público de educação, houve uma melhora no desempenho deste ano.

Na época, em um ano a avaliação positiva havia caído de 48% para 28% e a reprovação aumentou de 17% para 30%.

Leia também: Após prisão de Lula, petista perde intenções de votos, segundo Datafolha

Atuação

A pesquisa também questionou aos participantes sobre a atuação do governador no estado de São Paulo. A maioria, 64%, informou que Alckmin fez menos do que o esperado, 22% classificou que a expectativa foi cumprida, enquanto apenas 8% afirmou que a gestão superou as expectativas.

Entre os principais problemas de São Paulo, os entrevistados classificaram ser a saúde e violência. Cada uma das áreas foi mencionada por 24% dos eleitores. Educação, desemprego e corrupção seguiram a lista com 13%, 13% e 4%, respectivamente.

Em relação à renúncia do tucano para disputar as eleições presidenciais deste ano, o resultado foi equilibrado: 47% acharam que ele agiu bem, enquanto 46% condenaram atitude como errada.

Leia também: Promotor que acusará Alckmin foi assessor de ex-secretário do tucano

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!