Polícia Federal /

Terça-feira, 15 de Maio de 2018, 10h:44

A | A | A

PF combate a fraudes em licitações de produtos hospitalares no RJ

Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (15/5) a Operação Asclépio, com o objetivo de investigar um suposto esquema...


Imagem de Capa

Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (15/5) a Operação Asclépio, com o objetivo de investigar um suposto esquema de cobrança de vantagens indevidas e fraude em procedimentos licitatórios para aquisição de produtos hospitalares. O esquema abrangia profissionais de um hospital pertencente a uma organização militar.

Cerca de trinta policiais federais cumprem 8 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 5ª Vara Federal Criminal/RJ, todos no município do Rio de Janeiro. A Operação Asclépio conta com apoio do Ministério Público Federal e da Marinha do Brasil.

As investigações apontaram que médicos do nosocômio cobraram vantagens indevidas para aquisição de materiais cirúrgicos de firmas específicas. Também teriam buscado influenciar a elaboração de editais, visando direcionar licitações para empresas previamente contatadas e integrantes do esquema criminoso. Foi identificada, também, a cobrança de uma porcentagem sobre o valor de faturas emitidas em favor de estabelecimentos médicos como contrapartida para liberação do pagamento.

São investigados os crimes de corrupção, fraude à licitação, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Não haverá coletiva de imprensa.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

Contato: (21) 2203-4406 / 4407

cs.srrj@dpf.gov.br

 

*** Asclépio ou Esculápio é o deus da medicina e da cura na mitologia romana.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas

21/05 - Na noite do último sábado, 19, os holofotes estavam voltados para o casal Rosi e Moacir Quaini que celebrou 30 anos de união com pomposa festa, no centro de eventos Primacredi. A romântica história de amor que teve inicio em 1988, na Catedral do Divino Espirito Santo, em Cruz Alta- RS, foi reafirmada, dessa fez com a presença dos frutos da união, os filhos Leonardo e Letícia Quaini. Há cerca de aproximadamente um ano juntamente com a cerimonialista Sibeli Salvatori os noivos começaram a organizar a noite que será eternizada para sempre. Profissionais de mão cheia foram convocados para a suntuosa comemoração. A décor Silvânia Costa traduziu toda a magnitude da celebração nos detalhes da imponente decoração em tons de branco, verde e champanhe. O buffet foi assinado pela requisitada Mirian Avila, e o repertório musical ficou por conta da banda Comunicasom que animou os convidados até altas horas da matina. Os filhos Letícia e Leonardo não conteram as lágrimas ao proferirem homenagem aos pais expressando todo amor, carinho e gratidão ao voltarem ao tempo e relembrar, como a união pautada no amor e cumplicidade vence os desafios do tempo. A bênção de renovação dos votos de amor e fidelidade foi ministrada pelo frei Constantino e testemunhada por em torno de 250 convidados que celebraram o momento ímpar com a família que esbanjou felicidade do começo ao fim da noite. As fotos oficiais foram registradas pelas criteriosas lentes do cuidadoso e atento fotógrafo Marcello Holanda. Nossa coluna hoje é exclusiva em homenagem a badalada Bodas de pérola e destaca momentos de emoção dos queridos Rosi e Moacir Quaini que distribuíram abraços e sorrisos durante toda a comemoração. Confiram!

Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.