Policial /

Domingo, 15 de Abril de 2018, 10h:45

A | A | A

Suspeitos são presos por estelionato e adulteração de veículo em Sorriso

Assessoria | PJC-MT Intensificando o combate a criminalidade no município de Sorriso (420 km ao Norte), a Polícia Judiciária Civil efetuou a prisão...


Imagem de Capa

Assessoria | PJC-MT

Intensificando o combate a criminalidade no município de Sorriso (420 km ao Norte), a Polícia Judiciária Civil efetuou a prisão de quatro homens na tarde de sábado (14.04), pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa, relacionada a desvio de carga. 

As diligências iniciaram após denúncia sobre uma pessoa que estaria no Posto de Combustível Dallas trocando a placa de um caminhão. De imediato, os investigadores de polícia descolaram-se até o local, onde a distância avistaram o primeiro suspeito, que passou a ser monitorado.

Ainda na ocasião, foi possível constatar que o cavalo do caminhão, da marca Volvo, se destacou da carreta, e em seu lugar foi engatado um Iveco, que na sequência saiu para Rodovia, sentido o município de Lucas do Rio Verde.

Já o cavalo do caminhão Volvo foi engatado em outra carreta, tomando rumo para o bairro Industrial. Após trafegar alguns minutos e estacionar, uma caminhonete Amarok de cor marrom com dois suspeitos, parou ao lado da carreta. Ato contínuo, um dos envolvidos pegou um alicate de pressão e outro em posse de uma chave de boca, trocaram a placa da carreta.

Diante dos fatos foi feita a abordagens dos envolvidos. Durante revista no interior da carreta foi apreendida uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa, além de diversas placas de veículos, um documento de veículo (CRLV) falso, e uma carta frete no valor de quase R$ 5 mil.

Conduzidos à Delegacia de Polícia de Sorriso, os suspeitos foram interrogados. Em depoimento, um deles afirmou que havia marcado encontro no Posto de Combustível, para trocar a placas, e que o condutor do caminhão que seguiu para Lucas do Rio Verde, teria ficado com a carga contida na carta frete, que foi desviada.

Os suspeitos também afirmaram que a referida carta frete era proveniente de um crime de estelionato aplicado contra a empresa Darlot.

Com base no flagrante e depoimentos dos presos, eles foram autuados pelos crimes  de estelionato, falsidade ideológica, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa.

 

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
O que você acha que deve ser feito com os carrinhos de lanche em PVA?
Devem ser retirados das avenidas!
Devem permanecer onde estão!
Devem ficar todos na Praça de Eventos!
Devem ser realocados para as praças da cidade!