Mulher /

Quarta-feira, 13 de Março de 2019, 14h:30

A | A | A

Sonho de ser mãe: em oito anos, mulher gasta R$ 277 mil em fertilização in vitro

A gerente Joe Thorp de Addlestone, na Inglaterra, tinha 39 anos quando conheceu seu parceiro, Tom Legg, de 24, na época. Depois de três anos de...


Imagem de Capa

A gerente Joe Thorp de Addlestone, na Inglaterra, tinha 39 anos quando conheceu seu parceiro, Tom Legg, de 24, na época. Depois de três anos de relacionamento, Joe lutou para engravidar naturalmente, mas as tentativas não deram certo. Pouco tempo depois, a fertilização in vitro entraria na vida deles.

Leia também: Mulher com endometriose relata batalha para engravidar por fertilização in vitro

O casal tentou engravidar naturalmente, mas não conseguiu. A alternativa,portanto, foi optar pela fertilização in vitro
Reprodução/Facebook
O casal tentou engravidar naturalmente, mas não conseguiu. A alternativa,portanto, foi optar pela fertilização in vitro

Inicialmente, eles gastaram 10 mil libras esterlinas - aproximadamente R$ 50 mil -  em fertilização in vitro , mas a mulher não conseguia engravidar, situação que os deixou devastados. Nos oitos anos seguintes, fizeram empréstimos bancários de 45 mil libras esterlinas [R$ 227 mil] para arcar com os gastos do procedimento.

Durante esse período, Joe fez dois testes de gravidez que deram positivo, mas ela sofreu dois abortos, sendo ambos com seis semanas de gestação . “Foi difícil, mas conseguimos nos manter emocionalmente fortes e determinados a continuar”, conta Joe, de acordo com o Daily Mail .

Doação de óvulos ajudou na fertilização in vitro

Após dois abortos, a mulher contou a ajuda de uma doadora de óvulos para fazer mais uma tentativa da fertilização in vitro
Reprodução/Facebook
Após dois abortos, a mulher contou a ajuda de uma doadora de óvulos para fazer mais uma tentativa da fertilização in vitro

Depois de anos de tentativas, o casal já estava considerando partir para a adoção quando souberam de um clínica de fertilidade em Alicante, na Espanha. “Nós estávamos em uma missão para ter um bebê e não deixaríamos nada nos impedir de ter uma família.  Estávamos considerando adotar até que nos sugeriram uma doadora de óvulos", conta Joe.

Leia também: Mulher fica grávida naturalmente e por fertilização in vitro ao mesmo tempo

A mulher admite que não estava interessada na ideia no começo e relutou para aceitá-la. No entanto, após ser informada que de 2% a 8% do DNA poderia ser dela enquanto o bebê crescia em seu ventre, ela decidiu ir em frente com o processo. Felizmente, após o tratamento no exterior, a gestação deu certo com a ajuda da doadora de óvulos.

Durante a gravidez, no entanto, Joe lutou contra a pré-eclâmpsia e o pequeno Marshall, hoje com um ano e quatro meses, nasceu 11 semanas mais cedo que o esperado. Ela ainda perdeu dois litros de sangue durante o parto. “Passamos 51 dias no hospital até que ele estivesse apto para voltar para casa”, explica.

Leia também: Mãe dá à luz aos 50 anos após tratamento de quase R$ 300 mil

Quando já estava tudo em ordem, o casal levou o filho para se encontrar com o especialista em fertilidade e fertilização in vitro da Espanha que fez tudo acontecer. “Estou tão orgulhoso da nossa jornada. Passamos por muita coisa para chegar até aqui. Espero que nossa história ajude outros pais esperançosos”, aponta Tom.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.