Mulher /

Sexta-feira, 26 de Abril de 2019, 13h:03

A | A | A

Mulher de 39 anos com ovários maiores que o normal já deu à luz 44 filhos

Em um vilarejo localizado na Uganda, a história de Mariam Nabatanzi, de 39 anos, chama a atenção. A mulher se casou aos 12 anos e desde então...


Imagem de Capa

Em um vilarejo localizado na Uganda, a história de Mariam Nabatanzi, de 39 anos, chama a atenção. A mulher se casou aos 12 anos e desde então tem aumentado significativamente sua família, contabilizando – até agora – nada mais, nada menos, do que 38 filhos.

Leia também: Mãe revela como mantém a organização da casa com 16 filhos

filhos
Reprodução/Site ABC
Mariam Nabatanzi tem 39 anos e 38 filhos. Aos 12 ela foi diagnosticada com ovários maiores que o normal


Nabatanzi deu à luz a gêmeos logo após seu casamento e, a partir dali, esse número só cresceu. Dos 44 filhos , foram seis pares de gêmeos e diversos trigêmeos e quadrigêmeos. Desses, entretanto, seis crianças não sobreviveram.

De acordo com o site ABC , ela conta que, após os primeiros bebês nascerem, o médico declarou que ela possuía ovários muito grandes. Por conta desse diagnóstico, ele aconselhou que ela não tomasse pílulas anticoncepcionais, com a justificativa de que isso poderia culminar em problemas de saúde.

Após o nascimento de seu último par de gêmeos – um deles não resistiu e morreu –, que ocorreu há aproximadamente dois anos e meio, Mariam Nabatanzi foi abandonada pelo marido. “Foram muitas lágrimas”, diz ela ao relembrar sua trajetória.

Leia também: Mãe com transplante de útero feito por robôs tem parto saudável e médico celebra

Nabatanzi se vira como pode para cuidar dos 38 filhos na humilde casa em que vivem. Ela trabalha como cabelereira, decoradora de eventos e recolhe e vende sucata para garantir o sustento da família.

“Todo o meu tempo foi gasto cuidando dos meus filhos e trabalhando para ganhar algum dinheiro”, relata a mulher. O dinheiro serve para suprir, além de necessidades alimentares, os cuidados médicos, as taxas escolares e as roupas da prole.

O passado trágico

filhos
Reprodução/Site ABC
Ela foi abandonada pela mãe quando era recém-nascida e aos 7 anos seus irmãos morrerem envenenados pela madrasta


A infância de Nabatanzi também não foi nada fácil. Quando recém-nascida, sua mãe abandonou ela, seu pai e seus cinco irmãos. O pai se casou novamente, mas a madrasta, ao colocar veneno na comida, matou todos os cinco irmãos dela.

A mulher comenta que escapou por estar visitando um parente naquela época. “Eu tinha sete anos então, jovem demais para entender o que a morte realmente significava”, afirma.

Ela pontua que esse episódio trágico a fez crescer com a vontade de ter seis crianças, como uma forma de reconstruir sua família, mas acabou agraciada com muito mais.

Leia também: Grávida de quadrigêmeos, mulher quer abortar dois dos bebês: “Quatro não dá”

Com a infância complicada, Nabatanzi deseja apenas que seus filhos sejam felizes. “Comecei a assumir responsabilidades de adultos muito cedo. Eu não tive alegria, penso eu, desde que nasci”, completa a mulher.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.