Esportes /

Domingo, 19 de Maio de 2019, 23h:48

A | A | A

Sidão salva e Vasco empata com o Avaí na estreia de Luxemburgo

O Globo Vasco não teve boa atuação na estreia de Luxemburgo Em noite de Sidão, que fez grandes defesas, e na estreia de Vanderlei Luxemburgo como...


Imagem de Capa

Lance


Maxi López
O Globo
Vasco não teve boa atuação na estreia de Luxemburgo

Em noite de Sidão, que fez grandes defesas, e na estreia de Vanderlei Luxemburgo como técnico do Vasco, a equipe acabou ficando no empate em 1 a 1 diante do Avaí, na noite deste domingo, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. O Cruz-Maltino não foi bem em grande parte do jogo, com o goleiro evitando a derrota da equipe, que acordou somente no fim. Ricardo Graça abriu o placar para o Vasco, com os catarinenses empatando com Daniel Amorim.

Leia também: Kayke marca no fim e Goiás derrota o Botafogo no Serra Dourada pelo Brasileirão 

Com o resultado, Vasco e Avaí seguem na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro - o Cruz-Maltino foi a dois pontos, na lanterna, e o Avaí a três, em 17º lugar. Ambas as equipes voltam a campo pela competição no próximo fim de semana. No domingo, cariocas visitam o Fortaleza. Já no dia seguinte, os catarinenses recebem o Ceará.

PROJETO EMBRIONÁRIO
Em uma semana de treinamento no Vasco, o projeto de Vanderlei Luxemburgo se mostrou ainda embrionário. O treinador ainda precisará de tempo e sequência para implantar no Cruz-Maltino seu estilo de jogo, criando uma maior movimentação ofensiva e defensiva. Ainda pecando, diante do Avaí, o Vasco não evoluiu, deixando espaços para os catarinenses, que chegaram com perigo em tentativas de Gegê e Caio Paulista.

SIDÃO SALVANDO
O Avaí foi crescendo no jogo, indo ao ponto de que o Vasco não criava muitos obstáculos. E foi assim que o goleiro Sidão passou a ser bastante exigido, salvando a equipe de sofrer gols. Exemplos destes lances perigosos aconteceram aos 36 minutos, com João Paulo, aos 39, com Pedro Castro, e aos 47, com Lourenço. O primeiro tempo de um Avaí melhor terminara com a equipe com o dobro de finalizações (8 a 4) e 5 a 0 nas chances reais de gol.

SIDÃO SALVANDO DE NOVO
Dentro das condições da partida, Sidão continuou salvando o Vasco no segundo tempo. Logo aos quatro minutos, Matheus Barbosa chegou após cobrança de falta. Aos 19, mais uma vez o goleiro cruz-maltino se sobressaiu, com Gegê batendo colocado e o arqueiro salvando. O Avaí seguiu em cima e Getúlio, aos 29, teve mais uma oportunidade, mas acabou batendo mal, cruzado, depois de ter recebido excelente lançamento.

ANIMAÇÃO SÓ NO FIM
Na parte final do jogo, o Vasco, enfim, acordou e começou a levar perigo ao Avaí. Aos 32, Jairinho criou a primeira chance de gol da equipe, aproveitando passe de Rossi após giro na entrada da área. Quatro minutos mais tarde, a inspiração de Ricardo Graça apareceu e o Cruz-Maltino abriu o placar. Após escanteio, Rossi cruzou na cabeça do zagueiro, que estufou as redes do goleiro Vladimir. Aos 43, Fellipe Bastos perdeu o gol mais feito da vida dele - e que faria falta ao time. Aos 49, Daniel Amorim cabeceou com perfeição depois de cruzamento de Luan Pereira e igualou para o Avaí. Empate, 1 a 1, resultado justo.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 1 AVAÍ


Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 19/5/2019 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG) - Nota LANCE!: 5,5 (não influenciou o resultado, mas deixou de marcar muitas faltas claras ao longo do jogo)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Árbitro de vídeo: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Renda/público: R$ 310.636,00/13.375 pagantes
Cartões amarelos: Lucas Mineiro (VAS) e Betão, Brenner (AVA)
Cartão vermelho: -

GOLS: Ricardo Graça 36'/2ºT (1-0) e Daniel Amorim 49'/2ºT (1-1)

VASCO: Sidão, Yago Pikachu, Werley, Ricardo Graça e Henrique; Andrey (Fellipe Bastos 10'/2ºT), Lucas Mineiro e Bruno César (Jairinho 16'/2ºT); Rossi, Maxi López e Marrony (Valdívia 10'/2ºT). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

AVAÍ: Vladimir, Lourenço, Betão, Ricardo e Igor Fernandes; Matheus Barbosa, Pedro Castro e Gegê (Luan Pereira 21'/2ºT); João Paulo, Brenner (Daniel Amorim 31'/2ºT) e Caio Paulista (Getúlio 25'/2ºT). Técnico: Geninho.

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.