Esportes /

Sábado, 08 de Dezembro de 2018, 12h:54

A | A | A

Boxeador mexicano diz que gays são pragas, cita Adolf Hitler e causa polêmica

Reprodução Darío Larralde, lutador de boxe do México, causou polêmica com vídeo nas redes sociais Os países da América Latina são altamente...


Imagem de Capa
Darío Larralde, lutador de boxe do México, causou polêmica com vídeo nas redes sociais
Reprodução
Darío Larralde, lutador de boxe do México, causou polêmica com vídeo nas redes sociais

Os países da América Latina são altamente homofóbicos. Essa afirmação foi feita pela Internacional Lesbian, Gay, Bisexual, Trans and Intersex Association (ILGA), no início de 2018. O México está nessa lista. Apesar de aceitar o casamento homoafetivo desde 2016, a taxa de preconceito lá é muito grande e um lutador de boxe evidenciou o quanto.

Leia também:  Com sucesso na Copa, francês Mbappé influencia nomes de bebês no Brasil

O atleta de boxe , Darío Larralde, publicou nas redes sociais um vídeo com insultos e críticas ao público LGBTI. O jovem diz que gays são uma praga e que ele se sente um 'magneto'.

“O que eu nunca vou entender, é que os gays me ferem, lhes tenho fobia. Em todas as partes que eu vou sempre tem um gay na esquina me olhando. Sou um ímã para os gays”, disse Darío no início das filmagens.

A gravação durou dois minutos e ainda teve muitas ofensas a toda a comunidade LGBTI . “Eles te perseguem, observam você, vendo os passos que você dá para poder seguir você e estar atrás de você. Além disso, você não pode atingi-los, porque eles começam a dizer que são gays”, acrescentou.

Em uma de suas falas mais polêmicas, o lutador de boxe parece ser a favor das posições genocídas do alemão nazista Adolf Hitler. “Eu sei que era uma pessoa ruim [Hitler], mas nisso eu o apoio. Os gay são uma praga. Me deixam doente e eu nunca vou entender”.

Leia também:  No Dia da Família, conheça 10 família que fazem sucesso no esporte brasileiro

O jovem ainda incluiu frases racistas em seu discurso. “[Gays] São como os negros, que dizem ‘são racistas’ e sim, há casos de racismo, mas se você coloca-se a estudar, não estiver roubando e não estiver se drogando todos os dias, você não terá essa fama”.

Abaixo o vídeo inteiro, em espanhol:


Após a repercussão negativa do seu vídeo, Darío se desculpou no Twitter, disse que não deseja mal a ninguém, assumiu que é homofóbico e que não há como mudar isso. No fim, ele diz que essa é sua opinião.

O lutador deletou todas as suas redes sociais. Em seu post de despedida do Twitter ele comentou que não se envolveria com o #LBGTMéxico e deseja sorte ao movimento. “Desejo o melhor e uma sincera desculpa”.

Leia também:  Jogos Olímpicos 2008 - Brasil é nomeado medalhista de bronze no atletismo

Usando em seu perfil do Instagram a descrição 'Tokyo 2020 Olympics', o ato foi relacionado automaticamente ao Comitê Olímpico do México. Em post no Twitter oficial da entidade, o Comitê disse repudiar as falas homofóbicas de Darío e confirmou que ele não faz parte da equipe nacional de boxe .

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.