gente /

Domingo, 18 de Junho de 2017, 08h:03

A | A | A

Entre sangue e sexo! As dez melhores cenas do 1º ano de "American Gods"

Nova queridinha da televisão, "American Gods" combina uma narrativa dinâmica com direção de arte impecável; listamos as 10 melhores cenas


Imagem de Capa

“American Gods”, adaptação do livro homônimo do autor Neil Gaiman, está sendo o fenômeno do ano no mundo das séries. Com uma história envolvente e um visual único que delicia os olhos, mas, ao mesmo tempo, é perturbador e traduz as nuances da narrativa da luta entre os deuses antigos e os novos deuses. Separamos os dez melhores momentos que já rolaram na série até agora para convencer que está é uma das melhores séries que estão no ar (cuidado a lista, pois ela contém spoilers).

Leia também: Neil Gaiman vai além do universo dos super-heróis em "Mitologia Nórdica"

Encontro entre Wednesday e Shadow

As dez melhores cenas de ''American Gods'': o encontro de Shadow Moon e Wednesday no primeiro episódio
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': o encontro de Shadow Moon e Wednesday no primeiro episódio

Logo após a saída de Shadow Moon da cadeia sua aventura já começa. Ainda em choque com a notícia de que sua esposa Laura havia morrido, o ex-presidiário tem um encontro um pouco estranho com um senhor enigmático que aparentemente sabe tudo de sua vida. Mesmo receoso e desconfiado, Shadow não tem nada a perder e aceita trabalhar com Wednesday dali em diante. Fica claro o porquê desse momento ser um dos mais emblemáticos de “ American Gods ”, afinal, sem ele não haveria todo o restante da trama. 

Linchamento de Shadow

As dez melhores cenas de ''American Gods'': depois de emboscada do Technical Boy, Shadow é linchado por seus capangas
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': depois de emboscada do Technical Boy, Shadow é linchado por seus capangas

O primeiro episódio já mostra um pouco o que esperar de toda a série: logo depois de selar seu acordo com Wednesday, Shadow é pego por uma emboscada do Techinical Boy. Depois de ser interrogado sobre sua relação com o antigo deus nórdico, Shadow é linchado pelos capangas do novo deus da tecnologia e depois é colocado na forca, mas misteriosamente consegue escapar de seu destino.A cena, apesar de ser impactante, violenta cheia de sangue e com um "que" do filme "Laranja Mecânica", é uma das mais bem construídas visualmente do início da série

A violência de Czernobog

As dez melhores cenas de ''American Gods'': a sede por sangue dos olhos do deus Czernobog no segundo episódio
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': a sede por sangue dos olhos do deus Czernobog no segundo episódio

Em sua busca por recrutar os antigos deuses que há muito habitam a terra para enfrentar os novos deuses, Wednesday e Shadow vão até Chicago procurar ajuda de Czernobog, deus da mitologia eslava que representa o lado negativo das coisas. Para sobreviver, Czernobog trabalha em um matadouro e ganha a vida fazendo o abate do gado, e, mesmo assim, ele acha a função "pouco violenta", pois ao invés do martelo utiliza uma pistola que perfura o crânio dos animais. Shadow, então, aposta sua própria vida em um jogo de damas contra o deus da violência que jura que irá esmagar sua cabeça com seu velho martelo de abate.

Bilquis, deusa da fertilidade

As dez melhores cenas de ''American Gods'': Bilquis engole suas vítimas pela vagina para manter seu poder como deusa
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': Bilquis engole suas vítimas pela vagina para manter seu poder como deusa

Mesmo que sem muita contextualização com o restante da história até então, as cenas da deusa Bilquis são bastante chocantes e visualmente encantadoras. Como qualquer deusa, Bilquis precisa da energia de seus súditos para sobreviver. Para conseguir tal poder, ela literalmente transforma pessoas em vítimas quando estão fazendo sexo e as engole pela vagina enquanto elas a idolatram e chamam por seu nome, e, assim, a deusa consume seus corpos e energias para manter-se viva.  

Anubis e a morte

As dez melhores cenas de ''American Gods'': Anubis arranca o coração de uma mulher para fazer o julgamento de sua vida
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': Anubis arranca o coração de uma mulher para fazer o julgamento de sua vida

Um dos momentos que mais marcam a ideia de Neil Gaiman de apresentar diversas culturas lado a lado nos Estados Unidos é a introdução de Anubis na história. O deus egípcio da morte se encontra com uma senhora que acabara de morrer e a leva para outra dimensão. Lá ele arranca o coração da mulher para pesa-lo em uma balança contra uma pena para saber se sua vida foi "leve" o bastante e julgar qual será seu destino por toda a eternidade. Para a audiência majoritariamente ocidental do programa ver uma representação da morte que fuja do tradicional cristão pode ser uma surpresa. E isso também deixa mais do que claro o que esperar dos capítulos seguintes com relação à diversidade das origens dos personagens.

Um Jinn não concede desejos

As dez melhores cenas de ''American Gods'': Salim faz sexo com o Jinn e troca de identidade com ele
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': Salim faz sexo com o Jinn e troca de identidade com ele

Meio homem, meio demônio, os Jinns são conhecidos por concederem desejos as pessoas, porém as coisas não são tão simples quanto parecem. Salim é um imigrante do oriente médio recém-chegado aos Estados Unidos e que está tendo dificuldades em se manter, mal conseguindo pagar pela sua estadia no país, mas sua sorte estará prestes a mudar. Nas cenas seguintes a sua apresentação, Salim encontrará um Jinn e os dois sentem uma conexão entre si. Eles, então, irão protagonizar uma das cenas de sexo mais comentadas de “American Gods”: homossexuais, o momento em que os dois se entregam é completamente explícito e com um toque artístico criado pelos diretores. Quando acorda Salim descobre que o Jinn lhe concedeu o que ele mais queria, que era uma forma de se sustentar nos Estados Unidos, mas em troca leva sua identidade.

Leia também: Quem é Neil Gaiman? Conheça um pouco mais sobre o autor de "Deuses Americanos"

Encarnação da mídia

As dez melhores cenas de ''American Gods'': aparição da Mídia para Shadow no segundo episódio da série
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': aparição da Mídia para Shadow no segundo episódio da série

“A tela é o altar”. Essa é uma das frases ditas pela Mídia em seu primeiro encontro com Shadow quando ele está no supermercado. O impacto da cena está, principalmente, no fato de reconhecer a mídia e o entretenimento como uma forma de divindade moderna. Depois do linchamento repentino do primeiro episódio, o contato de Shadow com a deusa foi a primeira vez que ele pôde ver – e reconhecer – a dimensão dos cultos criados pela modernidade e entender um pouco do que é a verdadeira missão que ele irá viver ao lado de Wednesday daqui para frente. 

Reunião de deuses

As dez melhores cenas de ''American Gods'': os novos deuses se reúnem com Shadow e Wednesday para uma conversa
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': os novos deuses se reúnem com Shadow e Wednesday para uma conversa

O quinto episódio inteiro poderia ser marcado como um dos grandes momentos da primeira temporada de “American Gods”, mas o foco principal está no diálogo que acontece dentro da delegacia entre Wednesday e Shadow com a tríade dos novos deuses: Technical Boy, Mídia e Mr. World. Essa é a primeira vez que os três estão cara a cara com o ancião nórdico e o encaram. A parte mais genial dessa cena é que apesar de estarem no controle quase que completo da sociedade enquanto os outros deuses antigos vivem de migalhas e lutam para sobreviver, os novos deuses reconhecem e respeitam sua autoridade e sabem quando devem se curvar perante eles. Sem ameaças ou ânimos exaltados, os três ainda deixam Shadow e Wednesday fugir da cadeia depois de sua conversa sobre o futuro da luta entre eles. 

Sacrifício e traição

As dez melhores cenas de ''American Gods'': Vulcan é líder de culto à armas e revela que traiu Wednesday
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': Vulcan é líder de culto à armas e revela que traiu Wednesday

O deus romano do fogo, Vulcan, foi o primeiro personagem de “American Gods” a ser concebido exclusivamente para a série. Antigo aliado de Wednesday, Vulcan é procurado pelo deus nórdico para se juntar a ele em sua batalha contra os novos deuses, mas os valores hoje são outros: depois de descobrir a possibilidade de mais uma vez conquistar poder e vitalidade a partir de uma espécie de “franquia”, Vulcan torna-se o dono de uma fábrica de balas para armas e regularmente faz sacrifícios humanos em sua indústria. Ele, então, transforma-se em uma espécie de divindade reciclada com o apoio dos novos deuses que o ajudaram a reconquistar seu espaço através da violência. Wednesday, então, será traído pelo romano e o mata cortando-lhe a cabeça, joga seu corpo em tanque de metal incandescente e lhe roga uma maldição urinando em cima de seu cadáver.

Leia também: "American Gods": sinopse e cenas exclusivas do penúltimo episódio da série

Compaixão

As dez melhores cenas de ''American Gods'': Mad Sweeney abre mão de sua moeda e opta por ressuscitar Laura
Divulgação
As dez melhores cenas de ''American Gods'': Mad Sweeney abre mão de sua moeda e opta por ressuscitar Laura

Desde que Laura volta a “vida” com a moeda da sorte de Mad Sweeney a relação entre os dois parece muito clara – ele quer algo que é seu de volta e ela quer apenas ter mais uma chance de encontrar e demonstrar seus sentimentos por Shadow – mas as coisas são mais complexas do que isso, como mostra o sétimo episódio de “American Gods”. A ligação entre a “esposa morta” e o leprechaun é bem mais antiga e tem, pelo menos, algumas décadas de duração, como mostram os flashes dos antepassados de Laura. Depois de sofrerem um grave acidente na estrada, Mad Sweeney abrirá mão daquilo que mais quer e que tanto vem lutando para conseguir preservar a sobrevida de Laura nesse mundo até que encontrem a pessoa que poderá, de uma vez or todas, restaurar a sua vida.



Fonte: IG GENTE

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Voce gostaria que a MT-130 até Paranatinga fosse privatizada?
Sim
Não
Tanto faz