economia /

Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018, 20h:00

A | A | A

Projeção para inflação permanece em 3,95% e continua abaixo da meta, aponta BC

Recuperação econômica? Mercado financeiro projeta Produto Interno Bruto (PIB) de 2019 em 2,80%, valor 0,10 p.p maior do que o esperado para 2018


Imagem de Capa

Brasil Econômico

De acordo com a publicação feita pelo BC, o PIB de 2019 deve ser de 2,80%,  resultado 0,10 p.p superior ao de 2018
shutterstock
De acordo com a publicação feita pelo BC, o PIB de 2019 deve ser de 2,80%, resultado 0,10 p.p superior ao de 2018

O boletim Focus publicado nesta semana foi marcado pela estabilidade. Na divulgação desta segunda-feira (15), o mercado financeiro manteve a previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2018 e 2019 em 3,95% e 4,25%, respectivamente, os mesmos resultados divulgados anteriormente pelo Banco Central (BC).

Leia também: Entenda por que a queda da inflação não é sentida no bolso dos brasileiros

Em relação a 2017, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou o resultado oficial do IPCA em 2,95%, valor 0,5 ponto percentual (p.p) abaixo do piso da meta de 3%. Vale destacar que a meta central de inflação é 4,5%, e tem como limite superior a marca de 6%. Como o BC descumpriu a meta, o presidente da instituição, Ilan Goldfajn, elaborou uma carta aberta ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a fim de explicar o descumprimento da meta.

Leia também: Quer sair do emprego mas não quer pedir demissão? Veja como funciona o acordo

PIB e Selic

A estimativa do Produto Interno Bruto ( PIB ) para 2018, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no País, registou uma tímida alta de 0,1 p.p. Se na semana passada a projeção do mercado financeiro para o PIB de 2018 era de 2,69%, na última divulgação do BC a estimativa subiu para 2,70%. O PIB de 2019 deve ser um pouco maior do que o deste ano, uma vez que o mercado estima um resultado positivo de 2,80%, mesmo crescimento estimado pela última divulgação.

A expectativa da taxa básica de juros, a  Selic , para o fim de 2018, é de 6,75%. E, caso as expectativas sejam confirmadas, esse será o menor nível já registrado pelo BC. Atualmente, o indicador está em 7%, devido à reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que ocorreu no dia 6 de dezembro. No encontro, o Comitê reduziu a taxa em 0,5 p.p, quando a Selic estava em 7,5% ao ano. Em relação a 2019, o mercado financeiro reduziu a expectativa da taxa, já que a previsão passou de 8,13% para 8%.

Leia também: Novas regras para Uber, Cabify e 99 entram em vigor na quarta-feira em São Paulo

0 Comentário(s)
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!
Edição impressa
imagem
os maiores eventos e coberturas
Você é a favor ou contra a revitalização das Avenidas de Primavera?
A favor.
Contra.
Não tenho opinião formada sobre o assunto.